Fugas Nord Stream representam a maior libertação de metano de todos os tempos

A fuga nos Nord Stream já começam a revelar consequências para o ambiente com a maior fuga de metano já registada.

As ruturas no sistema de gasoduto Nord Stream sob o Mar Báltico levaram ao que é provavelmente a maior fuga de metano já registada, disse o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

“Isso é muito mau, provavelmente o maior evento de emissão já detetado”, disse Manfredi Caltagirone, chefe do PNUMA, à “Reuters”. “Não é útil num momento em que absolutamente precisamos reduzir as emissões”, acrescentou.

Especialistas da GHGSat, que usa satélites para monitorizar as emissões de metano, estimaram que a taxa de fugas de um dos quatro pontos de rutura foi de 22.920 kg por hora. “É uma taxa muito alta”, considerou a empresa.

Por outro lado, o PNUMA referiu, este sábado, que novos dados parecem indicar que a fuga de metano parece estar a diminuir. “Nova análise dos dados fornecidos pelo satélite Sentinel2 hoje indicam uma redução significativa no diâmetro”, destacou.

Na terça-feira, a Nord Stream AG, operadora da rede, disse que três das quatro linhas offshore do sistema de gasodutos Nord Stream tinham sofrido danos “sem precedentes” ao longo do dia.

O Nord Stream 1 revelou uma queda significativa de pressão causada pela fuga de gás em ambas as linhas do gasoduto, enquanto o Nord Stream 2 teve uma forte queda de pressão na linha A, registada na segunda-feira.

Relacionadas

Ucrânia: Biden diz que aliados da NATO não serão “intimidados” por Putin

O Presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou hoje que os Estados Unidos e seus aliados não se deixarão “intimidar” pelo seu homólogo russo Vladimir Putin, e prometeu que a NATO defenderá “cada centímetro” do seu território.

Rússia e Ocidente trocam acusações sobre origem da fugas nos gasodutos

Tanto a Rússia como o Ocidente concordam que houve sabotagem, mas discordam em quem foi o responsável.
Recomendadas

Mundial2022: Qatar condena campanha “infundada” em resposta a críticas do PE

O Qatar condenou a resolução adotada na semana passada pelo Parlamento Europeu (PE) criticando a sua escolha como sede do Mundial de futebol em curso e denunciou uma campanha “infundada” assente em “acusações falsas e informação enganosa”.

Covid-19: Human Rights Watch pede respeito pelos direitos de manifestantes na China

A Human Rights Watch defendeu hoje que o Governo chinês deve respeitar os direitos de todos aqueles que protestam pacificamente contra as restrições no combate à pandemia de covid-19.

Sociedade civil são-tomense pede investigação internacional a “triste episódio” com quatro mortos

A sociedade civil são-tomense pediu hoje aos parceiros de cooperação uma “investigação internacional urgente” sobre o “triste episódio” do ataque ao quartel militar, na sexta-feira, em que morreram quatro pessoas, alegadamente após “agressão e tortura”.
Comentários