Funchal: candidatura para o ‘Viveiro de Lojas’ alargada até 31 de dezembro

Esta iniciativa permite a incubação de seis marcas locais permitindo-lhes testar os seus produtos no mercado, durante seis meses.

O município do Funchal decidiu alargar o prazo de candidaturas para o Viveiro de Lojas até 31 de dezembro. Esta iniciativa da autarquia permite a incubação de seis marcas locais permitindo-lhes testar os seus produtos no mercado, durante seis meses.

“Esta iniciativa tem por objetivos: incentivar a inovação e o empreendedorismo, diversificar o tecido empresarial local, fomentar o networking, bem como, proporcionar ao empreendedor uma experiência de negócio em loja física”, diz a autarquia do Funchal.

A autarquia refere que este alargamento do prazo para apresentação de candidaturas é o reconhecimento de que esta “é uma altura de maior movimento e de grande azáfama, pelo que, mais 15 dias poderão facilitar a organização e submissão da candidatura, disponível no site do município“.

O Viveiro de Lojas abrange pessoas singulares ou coletivas que exerçam uma atividade económica, legalmente constituída. “Os interessados em obter mais informação sobre a abertura de atividade, poderão contar com o apoio do Balcão do investidor”, refere a autarquia.

Para o Viveiro de Lojas são privilegiados “artigos diferenciados, inovadores, sustentáveis, que ajudem a promover a identidade regional, com dimensão compatível com o espaço, nas categorias moda, decoração, saúde e bem-estar”.

A documentação para esta iniciativa pode ser enviada para viveiro.lojas@cm-funchal.pt, e as normas de funcionamento podem ser consultadas aqui.

Recomendadas

Comprar presentes de Natal a crédito é uma boa opção? Saiba aqui

É fácil comprar usando o cartão de crédito ou contratando um crédito. No caso do empréstimo pessoal, este crédito é chamado de fácil aprovação, mas não é barato.

Reputação!

Num mundo que todos dizem pretender agregar, ainda que alguns o façam pela lei da força, a Union Jack apostou no afastamento! Se o Reino Unido fosse submetido a uma página de feedback do Amazon ou do Aliexpress, receberia 1 estrela, por engano ao cliente e principalmente por mentira “in House”.

Funchal: PAN critica “tiques de absolutismo” de PSD e CDS-PP

O partido diz que o Orçamento Municipal do Funchal, que foi aprovado na Assembleia Municipal, permite concluir que estamos perante uma vereação “sem rasgo, sem ideias, conduzida por um presidente de Câmara, Pedro Calado, cuja capacidade de resolução de problemas já é considerada, por um número crescente e cada vez maior de habitantes do Funchal, como uma desilusão”.
Comentários