Funchal: Coligação Confiança contra gastar cinco milhões de euros em criptomoedas e jogos de computador

A vereadora realça “a forma autoritária como, mais uma vez, a coligação PSD/CDS despreza a transparência com a aprovação deste projeto que absorve importantes recursos, recusando qualquer debate democrático ou discussão pública sobre o mesmo”.

A Confiança votou esta quinta-feira contra a “aprovação relâmpago” de um projeto que visa gastar quase cinco milhões de euros em jogos de computador e tecnologia de criptomoedas.

“A Confiança considera um ultraje aos funchalenses que o atual presidente, depois de prometer habitação social municipal no âmbito do PRR, dê prioridade a gastar recursos públicos em desenvolvimento de sistemas virtuais, sem explicar quais as verdadeiras metas e quais os reais benefícios a advir para os funchalenses” refere a vereadora Cláudia Dias Ferreira.

A vereadora realça ainda “a forma autoritária como, mais uma vez, a coligação PSD/CDS despreza a transparência com a aprovação deste projeto que absorve importantes recursos, recusando qualquer debate democrático ou discussão pública sobre o mesmo”.

Na reunião desta quinta-feira as propostas mereceram os votos contra da equipa da Confiança, nomeadamente “as ilegalidades no concurso da Recuperação e Ampliação da ETAR do Funchal, bem como a tentativa de caucionar com pareceres do Governo Regional a destruição da ciclovia da Estrada Monumental, atualmente em investigação pela Comissão Europeia”, aponta Cláudia Dias Ferreira.

Por sua vez, com os votos favoráveis da Confiança, a vereadora destaca que foi aprovado o concurso público para Prestação de Serviços de Gestão dos Equipamentos e Sistemas de Tratamento de Águas Residuais, “nos moldes em que havia sido implementado pela anterior vereação e confirmando que, ao contrário do referido pelo atual presidente, a política seguida pelo anterior executivo era a correta”, “admitindo a coligação PSD/CDS que os problemas verificados na qualidade das águas balneares, com a mais recente interdição na praia do Gavinas, não têm origem no bom funcionamento das estações elevatórias da autarquia, em contradição com o anteriormente referido pelo atual presidente do Município”.

Colheu também apoio da equipa da Confiança a iniciativa de promover a reabilitação e reutilização de imóveis devolutos no Funchal e a atribuição de Medalhas de Assiduidade e Bons Serviços a funcionários municipais a exercer funções a 15, 25 e 35 anos.

Recomendadas

CDU Madeira “relativiza” sondagem distante de eleições regionais

A CDU diz que “os indicadores no que se reporta à CDU estão ao nível do que são projeções anteriores e portanto não há propriamente nada de novo. Está dentro do patamar de referência a que se atribui à CDU neste tipo de estudo a este tempo de distância”.

PS Madeira desvaloriza sondagem justificando com distância das eleições regionais

A sondagem da Aximage para o Jornal Económico/Económico Madeira dá ao PS entre 17,3% e os 20,6%, consoante os diversos cenários, distante dos 35,7% atingidos nas últimas eleições regionais.

Sondagem Madeira: CDS-PP reforça maioria absoluta atingida com PSD

Nos cenários em que PSD e CDS-PP se apresentam coligados, para as regionais, atingem maioria absoluta, diz a sondagem da Aximage para o Jornal Económico/Económico Madeira.
Comentários