Funchal já aprovou 160 mil euros dos apoios municipais “Alavancar” e “Re-Abrir”

No total, são 500 mil euros disponíveis, a fundo perdido, dos quais 32% estão aprovados.

A Câmara Municipal do Funchal formalizou a assinatura de 30 contratos, no âmbito das candidaturas aprovadas aos apoios municipais “Alavancar” e “Re-Abrir”, um para a modernização e revitalização comercial, outro para a abertura e reabertura de novas atividades comerciais.

No total, são 500 mil euros disponíveis, a fundo perdido, dos quais 32% estão aprovados.

Para já, 24 empresas estão aptas a receber 141 mil euros, através do “Alavancar, e outras seis poderão contar com 20 mil euros, por via do “Re-Abrir”.

A vice-presidente da Câmara Municipal do Funchal, Cristina Pedra, assume que “os empresários podem já a partir do dia 26, ou seja, segunda-feira, apresentar as faturas das despesas autorizadas, pois o município está preparado para efetuar os pagamentos”.

As candidaturas a estes apoios municipais continuam abertas, e os empresários podem, até o fim do ano ou até a verba orçamental esgotar, apresentar as suas candidaturas.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, destaca a celeridade de todo o processo, “com a autarquia a operacionalizar estes apoios em dois meses”, bem como as preocupações em desburocratizar todo o processo, “agora mais simplificado”.

A informação detalhada sobre estes apoios municipais está disponível no site da Câmara Municipal do Funchal, em www.funchal.pt., ou no Balcão do Investidor, na Praça do Município.

Recomendadas

Câmara do Funchal distingue empresários da restauração e duas associações de táxis em comemoração do Dia Mundial do Turismo

Pedro Calado enalteceu “a qualidade e a excelência” dos serviços prestados pelo sector de táxis, sublinhando que estes profissionais são muitas vezes “os grandes embaixadores da Madeira” e os primeiros a terem o contacto direto com os turistas quando chegam à cidade .

Comercialização de banana na Madeira aumentou 17,3% face ao ano passado

Do número total de bananas comercializadas de janeiro a agosto deste ano, 84,7% foi expedida, tendo como principal destino o Continente. Este valor era de 84,0% em 2021.

Valor mediano de avaliação bancária de habitação na Madeira atingiu máximos em agosto

Em agosto deste ano, o valor mediano de avaliação bancária de habitação RAM ficou em 1.385 euros/m2, um aumento de 1% em relação ao mês anterior e de 11,3% face ao mesmo mês do ano anterior.
Comentários