Funchal: Volume de negócios gerado pela iniciativa + Comércio Local ultrapassou os 2,5 milhões de euros

Cristina Pedra aproveitou a ocasião para salientar medidas de boa política fiscal deste executivo, que auxiliou o tecido empresarial com o fim da derrama, e que devolveu aos contribuintes com sede fiscal no Funchal, 2,5% do IRS Municipal.

O volume de negócios gerado pela iniciativa + Comércio Local, da Câmara Municipal do Funchal, ultrapassou os 2,5 milhões de euros, indicou a vice-presidente da Autarquia, Cristina Pedra.

Na passada quinta-feira foram entregues os “vouchers” do terceiro e último sorteio do “+Comércio Local”, iniciativa da Câmara para apoiar o pequeno comércio, que comtemplou mais 20 consumidores com 250 euros, montante esse que será agora aplicado nas lojas aderentes, beneficiando, assim, duplamente, os comerciantes.

Na cerimónia de entrega dos prémios, a vice-presidente do Município salientou “o nível de adesão dos comerciantes”, com 210 estabelecimentos aderentes, o que significa um aumento de 36% em relação à edição anterior, bem como “o volume de negócios gerado, que ultrapassou os 2,5 milhões de euros”, num aumento de 107%, consubstanciado pelos 125 mil cupões, de 20 euros, que foram entregues pelos consumidores.

Cristina Pedra aproveitou a ocasião para salientar medidas de boa política fiscal deste executivo, que auxiliou o tecido empresarial com o fim da derrama, e que devolveu aos contribuintes com sede fiscal no Funchal, 2,5% do IRS Municipal.

Recomendadas
médicos

Greve dos trabalhadores da saúde na Madeira antecipada para quinta-feira

A greve dos trabalhadores do sector da Saúde na Madeira foi antecipada para 30 de junho, visto que 1 de julho, o dia convocado para a paralisação, é feriado regional, o Dia da Região, informou esta quarta-feira um sindicato. “Devido ao feriado na região no dia 1 de julho, a greve de âmbito nacional na […]

Majoração de 2% nos apoios sociais aos residentes das Regiões Autónomas entra em vigor amanhã

A resolução da Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira n.º 13/2022/M, de 29 de junho, publicada esta quarta-feira em Diário da República, prevê, que à semelhança de outros apoios e majorações, também os apoios sociais da Segurança Social tenham uma majoração para os residentes das Regiões Autónomas.

Preço médio dos arrendamentos aumentou 4,2% na Madeira

A RAM foi a terceira região do país das NUTS III (que compreendem 25 regiões) com o valor mediano das rendas mais elevado (6,98 euros/m2), atrás da Área Metropolitana de Lisboa (9,10 euros/m2) e do Algarve (7,12 euros/m2). A média nacional corresponde a 6,16 euros/m2.
Comentários