Fundação Berardo vai instalar museu de arte africana em Estremoz

O museu vai ficar nas instalações do antigo edifício da Federação Nacional dos Produtores de Trigo. O ediício já foi adquirido pela Fundação Berardo e vai sofrer obras de remodelação.

A Fundação Berardo vai instalar um museu de arte africana em Estremoz, nas instalações do antigo edifício da Federação Nacional dos Produtores de Trigo, anunciou Pedro Mourinha, presidente do município, à Lusa.

A instalação do museu, que já foi adquirido pela Fundação Berardo vai ocorrer, referiu o autarca, depois de serem realizadas obras de recuperação.

O museu Berardo Estremoz vai ainda ser instalado num palácio setecentista, em Estremoz, após as obras de adaptação, que estão a decorrer, avaliadas em 2,5 milhões de euros, sendo que a abertura está prevista para o verão de 2019, segundo os promotores.

Neste museu vão ficar cerca de 1.500 painéis que integram a colecção de azulejos, e ainda coleções particulares de José Berardo, empresário e coleccionador de arte.

O museu vai ser instalado no Palácio dos Henriques. Segundo a Coleção Berardo, as obras de adaptação do edifício, propriedade de José Berardo, são comparticipadas em 75% por fundos comunitários.

A gestão deste museu, nos primeiros cinco anos, vai ser feita ao abrigo de uma parceria entre a Coleção Berardo e o município de Estremoz.

Recomendadas

Reputação!

Num mundo que todos dizem pretender agregar, ainda que alguns o façam pela lei da força, a Union Jack apostou no afastamento! Se o Reino Unido fosse submetido a uma página de feedback do Amazon ou do Aliexpress, receberia 1 estrela, por engano ao cliente e principalmente por mentira “in House”.

Funchal: PAN critica “tiques de absolutismo” de PSD e CDS-PP

O partido diz que o Orçamento Municipal do Funchal, que foi aprovado na Assembleia Municipal, permite concluir que estamos perante uma vereação “sem rasgo, sem ideias, conduzida por um presidente de Câmara, Pedro Calado, cuja capacidade de resolução de problemas já é considerada, por um número crescente e cada vez maior de habitantes do Funchal, como uma desilusão”.

Madeira lança campanha para promover literacia na saúde

Entre os temas abordados estarão: a alimentação saudável, a promoção da atividade física, a prevenção de acidentes em diferentes idades e contextos, a saúde mental ao longo da vida, a prevenção de consumos de substâncias psicoativas, a prevenção de consumos de álcool e tabaco, o sono e o repouso recomendados e o uso adequado da medicação.
Comentários