Fundação Calouste Gulbenkian elege nova presidente

A administradora Isabel Mota foi hoje eleita presidente do conselho de administração da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), em Lisboa, sucedendo no cargo a Artur Santos Silva, revelou à agência Lusa fonte oficial.

De acordo com um comunicado da FCG, a nova presidente da Fundação Calouste Gulbenkian foi eleita por unanimidade na reunião do conselho de administração da entidade, e iniciará funções a 3 de maio de 2017, data em que termina o mandato do atual presidente, Artur Santos Silva.

Isabel Mota, membro executivo do Conselho desde 1999, “foi eleita por voto secreto, depois de ter aceitado apresentar-se à votação do conselho, por solicitação unânime dos seus colegas”, indica a fundação.

Nos termos da política da FCG, Artur Santos Silva, de 75 anos, não pode ser reconduzido.

Recomendadas

TAP: Sindicato fala em adesão total à greve de tripulantes até às 08:30

“O balanço é prematuro, uma operação da TAP inicia-se por volta das 05:30 da manhã, o que sabemos até à data é que nenhum voo saiu sem ser serviços mínimos ou Portugália, portanto até agora a adesão é total”, disse à Lusa o presidente do SNPVAC, Ricardo Penarroias, no aeroporto de Lisboa, cuja operação, às primeiras horas da manhã, funcionava dentro da normalidade.

EDP Renováveis vai construir eólicas offshore com 2 gigas na Califórnia

A Ocean Winds – um consórcio da EDP Renováveis e da francesa Engie – e o Canada Pension Plan Investment Board vão desenvolver um projeto eólico offshore ao largo da costa central da Califórnia, comunicou esta manhã a EDP à CMVM. Em causa está uma licença com direitos de gestão de 32,5 mil hectares naquela área.

EDP conclui venda da central hidroeléctrica de Mascarenhas no Brasil

Com esta transação, a EDP reduz o peso da geração convencional e, nomeadamente, da exposição hídrica no Brasil, em linha com o plano estratégico 2021-2025 apresentado ao mercado em fevereiro de 2021.
Comentários