PremiumFundir música comercial com o mundo alternativo

Carlo Rodrigues criou o projeto Krod porque queria algo próprio, independente. Mas, sem o vocalista Lee Jones, Krod não seria Krod. No dia 13 de agosto, a banda embarca para o cobiçado festival ‘Concertos L’, na Estalagem da Ponta do Sol.

Uma amizade de secundário deu origem à perfeita simbiose. Em conversa com o Económico Madeira, Carlo Rodrigues e Lee Jones falam das origens do projeto Krod, originalmente um projeto a solo de Carlo Rodrigues, conhecido entre os amigos por ‘Krod’.

“Krod é o meu nome artístico, mas se calhar deveria ser Krod ft Lee Jones…já me disseram que deveria trabalhar melhor essa parte”, brincou Carlo Rodrigues, deixando claro que cantar não faz parte do seu reportório de talentos. “Eu preciso de fazer música e sem o Lee não seria possível”. Em resposta, Lee Jones ironiza: “ou seja, #somosKrod”.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 12 de agosto.

Recomendadas

PremiumPutin une extremos na oposição ao Ocidente

As franjas mais extremas europeias convergem no apoio a Putin, unidas por um antiamericanismo reforçado, à esquerda, por uma orfandade do comunismo soviético e, à direita, pela admiração por um regime iliberal e autocrático.

PremiumPara saudar o regresso de um majestoso Jaen

Serve este texto para saudar a aposta de um produtor do Dão, a Caminhos Cruzados, integrada há cerca de dois anos no grupo da Quinta da Pacheca (no Douro), na comercialização de um monovarietal de uma das castas mais singulares que se produzem em Portugal: a Jaen (Mencia, em Espanha). Há quem diga que em relação à Jaen, ou se ama ou se detesta.

PremiumFada ou bruxa? Uma duquesa que incomoda muita gente

Valentine Low relata que uma das funcionáriasque trabalhava para Meghan foi agredida verbalmente “sem razão aparente” pela duquesa poucos dias antes do casamento
Comentários