Fundo de investimento gerido por um robot chega a Portugal

A gestão de ativos através de inteligência artificial entrou no país através de uma parceria entre o Banco Best e a gestora Acatis. Desde a seleção dos títulos até à ponderação de posições, tudo é controlado por um robot.

ACATIS AI Global Equities não é só um novo fundo de investimento criado em Portugal, mas é o primeiro no país gerido sem intervenção do gestor no processo de tomada de decisão. Desde a seleção dos títulos até à ponderação de cada posição na carteira, tudo é controlado por um robot.

Criado na Alemanha pela Sociedade Gestora Acatis, que tem 3,6 mil milhões euros de ativos sob gestão, o fundo gerido por inteligência artificial é lançado em Portugal pelo Banco Best.

“Os modelos de aprendizagem do robot funcionam de maneira similar aos de um gestor, na medida em que estes aprendem a detetar de forma independente os padrões dos balanços das empresas, que logo aplicam aos novos dados”, explicou o diretor de investimento do Banco Best, Carlos Almeida, em comunicado.

“Mas a inteligência artificial, desprovida de emoção, permite reforçar a disciplina de investimento. Quantos mais dados estiverem disponíveis no sistema, mais os robôs vão aprender e ganhar experiência”, acrescentou sobre o programa, que é autodidáta e capaz de detetar de forma independente de padrões, bem como de fazer ajustamentos progressivos ao ambiente de mercado.

Recomendadas

PremiumBCE e Fed avaliam peso da subida de juros e ritmo pode abrandar nas próximas reuniões

As atas das mais recentes reuniões de política monetária na zona euro e EUA mostram uma preocupação de ambos os bancos centrais com o abrandamento da economia, dando esperanças de subidas menos expressivas dos juros nos próximos meses, embora os sinais neste sentido sejam mais fortes do outro lado do Atlântico.

Musk tinha um plano para o Twitter? Veja as escolhas da semana no “Mercados em Ação”

Conheça as escolhas da semana do programa da plataforma multimédia JE TV numa edição que contou com a análise de Nuno Sousa Pereira, head of investments da Sixty Degrees.

PSI encerra no ‘vermelho’ em contra ciclo com a Europa

Lá fora, as principais praças europeias negociaram maioritariamente em terreno positivo. O FTSE 100 valorizou 0,32%, o CAC 40 ganhou 0,08%, e o DAX apreciou 0,01%. O espanhol IBEX 35 manteve-se estável.
Comentários