Distribuidor de vinhos FWP triunfa no Canadá

O distribuidor de vinhos portugueses no Canadá, a Food and Wines of Portugal (FWP) celebra esta terça-feira, 29 de setembro, 15 anos de existência. A empresa abriu em 2001, altura em que trabalhava com apenas sete produtores portugueses (Quinta do Cotto, Vale de Meão, Luis Pato, Quinta de Cabriz, Quinta de Pancas, João Portugal Ramos e […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O distribuidor de vinhos portugueses no Canadá, a Food and Wines of Portugal (FWP) celebra esta terça-feira, 29 de setembro, 15 anos de existência.

A empresa abriu em 2001, altura em que trabalhava com apenas sete produtores portugueses (Quinta do Cotto, Vale de Meão, Luis Pato, Quinta de Cabriz, Quinta de Pancas, João Portugal Ramos e Herdade do Esporão).

Atualmente é um dos dez maiores importadores de vinhos do Canadá, com cerca de 1500 clientes individuais, 60 marcas de vinho e 200 restaurantes em Ontário. De acordo com comunicado destacam-se os restaurantes  de topo de Toronto onde  é uma constante nas suas cartas, vinho made in Portugal.

Os responsáveis da FWP recordam que a empresa foi fundamental para a divulgação e dinamização da variedade e qualidade de vinhos portugueses distribuídos no Canadá. No terceiro ano de operações a FWP já tinha conseguido um lugar de destaque para os vinhos portugueses no painel da crítica de vinhos de revistas de renome como a Wine Spectator e a Top Restaurants of Canada. Um sucesso que foi conquistado com histórias. A particularidade dos vinhos portugueses é que trazem histórias e tradições. Muito do charme da cultura portuguesa no Canadá chega através do melhor vinho.

O vinho português mais caro a ser vendido em lojas governamentais no Ontário é o Esporão Tinto Reserva, que mantém até hoje o maior volume de vendas.

Food and Wines of Portugal consolidou o seu negócio com o aumento da distribuição nas cidades principais do Ontário e a presença de vários produtos portugueses em lojas governamentais.

Portugal foi considerado o melhor destino turístico da Europa. Após 15 anos e 6 milhões de garrafas de vinho Portugueses vendidas em Ontário, o nosso objetivo para o futuro é chegar às próximas gerações e colocar Portugal no mapa como o país a visitar pelos seus vinhos”, sublinha Arlindo Beça, director da FWP.

A FWP distribui exclusivamente vinhos Portugueses e devido à sua implementação no mercado Canadiano é um dos 10 maiores importadores do país a trabalhar em conjunto com a comissão de controlo de bebidas alcoólicas do Ontário. Arlindo Beça, durante o mais recente Toronto International Film Festival fez chegar à atriz Salma Hayek uma garrafa de vinho e azeite Português da mesma marca. Uma prova de que os vinhos portugueses estão nos maiores acontecimentos. Prevemos um envolvimento ainda maior da FWP nos maiores eventos em 2016 no Ontário, especialmente o Toronto International Film Festival.

OJE

Recomendadas

GameStop: o poder das comunidades

Weekend: A equipa da Instinct deixa-lhe sugestões de entrevistas, livros, filmes, séries, podcasts e artigos que o/a vão ajudar a entender, refletir e inspirar sobre o futuro para inovar com impacto.

Ministro da Cultura quer consenso alargado nas diretivas sobre direitos no mercado digital

A diretiva europeia que adapta a gestão dos direitos de autor e dos direitos conexos ao meio digital vai estar em consulta pública, período durante o qual poderão voltar a ser ouvidas as partes interessadas no processo.

Bankinter é mecenas da exposição “Faraós Superstars” na Fundação Gulbenkian

A exposição “Faraós Superstars” pretende fazer uma reflexão sobre a popularidade dos faraós, reunindo 250 peças de importantes coleções europeias, provenientes de diferentes períodos históricos, desde antiguidades egípcias, passando pelas iluminuras medievais e pintura clássica até à música pop.