Ganhos moderados em Wall Street contrariam impasse no Senado sobre estímulos à economia

Os três principais índices norte-americanos arrancaram a sessão desta quarta-feira a recuperarem algumas das perdas do dia anterior, com a notícia da aprovação da vacina da AstraZeneca no Reino Unido a superar a incerteza gerada pelo impasse sobre os pagamentos diretos aos cidadãos americanos.

Wall Street arrancou o penúltimo dia do ano no verde, com os três principais índices a registarem ganhos nos primeiros minutos de transações na bolsa norte-americana. Os ganhos assentam sobretudo na expectativa de uma retoma rápida propulsionada pela vacina contra a Covid-19, no dia em que o Reino Unido aprovou o uso de emergência do fármaco desenvolvido pela Universidade de Oxford com a AstraZeneca.

O Nasdaq lidera os ganhos, ao subir 0,56% para os 12.921,51 pontos, enquanto que o S&P 500 ganhava 0,35%, chegando aos 3.740,21 pontos e o Dow Jones subia 0,39% para os 30.452,80 pontos.

Estes resultados surgem apesar do impasse no Congresso sobre os pagamentos diretos a efetuar ao povo americano. Depois de meses de negociações, o acordo bipartidário que previa 600 dólares (488,62 euros) a serem pagos sob a forma de cheque a cada americano foi colocado em causa pelo presidente Trump, que exigiu que os legisladores aprovassem um montante mais elevado, apontando para os 2000 dólares (1629,08 euros).

Outro fator a pesar no sentimento do mercado nesta quarta-feira é a notícia de que a nova variante do SARS-Cov-2 que foi descoberta em circulação no Reino Unido já foi identificada em território americano. O primeiro caso reportado da nova variante do vírus foi encontrado no Colorado.

O Nasdaq tem visto os maiores ganhos da sessão na indústria farmacêutica, com as notícias sobre a vacina da AstraZeneca a motivarem os investidores. Por outro lado, os títulos associados a empresas chinesas na bolsa norte-americana foram dos mais penalizados.

Os títulos de petróleo americanos vão-se mantendo virtualmente inalterados, enquanto que o ouro vai valorizando 0,20% e a prata 0,73%, com os investidores a mostrarem alguma preferência por estas matérias-primas face à incerteza económica para 2021, agravada pelo impasse no Congresso.

Recomendadas

Pimco dá primeiro passo para regresso dos investidores ao mercado de obrigações

A Pacific Investment Management Co (Pimco) considera que chegou a altura de começar a comprar obrigações, pois as “yields” estão em níveis que a gestora de ativos especializada no mercado de dívida classifica de atraentes, segundo a Bloomberg.

Wall Street fecha sessão no vermelho depois de dois dias consecutivos de ganhos

No fecho das operações na Bolsa de Nova Iorque, o Dow Jones perdia 42,45 pontos, para os 30.273,87, e o S&P 500 desceu 0,2%, ou 7,65 pontos, para 3.783,28.

Bolsa de Lisboa fecha sessão a perder 1,49% com apenas o título da Galp no verde

A puxar o PSI para baixo estiveram os títulos da peso-pesado do retalho Jerónimo Martins, dona da cadeia de supermercados Pingo Doce, que deslizaram 3,52%.
Comentários