Garrafas de vidro e guarda-chuvas proibidos no fim-de-ano Paulista

1 milhão de 200 mil pessoas devem participar da festa da passagem de ano na Avenida Paulista.

Os guarda-chuvas e as garrafas de vidro estão proibidos na festa de passagem de ano na Avenida Paulista, um evento que vai juntar 1 milhão e 200 mil pessoas.

Segundo o portal de notícias da Globo, que cita o secretário municipal de segurança José Roberto Rodrigues de Oliveira, todas as pessoas serão sujeitas a uma revista.

No total, há 3 mil pessoas envolvidas na organização e segurança do evento, entre policias, militares e civis.

Recomendadas

Irão: ‘Polícia da moralidade’ poderá ser substituída por “novas tecnologias”

O Centro de Promoção da Virtude e Proibição do Vício do Irão afirmou hoje “que a missão da polícia da moralidade terminou”, mas sublinhou que estão a ser estudadas novas tecnologias para controlar o vestuário das mulheres.

Ucrânia: Operadora de eletricidade anuncia cortes de emergência em todo o país

A operadora de eletricidade ucraniana Ukrenergo avisou hoje que vai ser preciso realizar cortes de energia de emergência em toda a Ucrânia, devido aos mais recentes ataques russos.

Mike Pence rejeita comentários de Trump contra a Constituição dos EUA

O ex-vice-presidente norte-americano Mike Pence rejeitou hoje as afirmações de Donald Trump de que deveria “acabar-se” com a Constituição do país para que pudesse ser reintegrado na Presidência.
Comentários