Gás natural. Galp critica decisão do Governo de permitir regresso ao mercado regulado (com áudio)

O presidente da empresa deixou duras críticas à medida aprovada pelo Governo.

A Galp criticou hoje a decisão do Governo de permitir o regresso dos consumidores ao mercado regulado, argumentando que vai aumentar as suas perdas.

“A Galp perdeu perdeu 135 milhões para importar gás para a Península Ibérica no primeiro semestre 2022, por causa de interrupções no fornecimento da Nigéria. Nunca procurámos compensações ou sair de contratos”, começou por dizer o presidente da Galp esta segunda-feira.

“A medida recente para obrigar a Galp a vender mais gás ao preço do mercado regulado expõe-nos a maiores perdas. Estamos em discussão com o Governo sobre esta medida. Vai contra o nosso direito como uma empresa livre privada e vai contra anos de progresso de liberalização dos mercados, conforme previsto na lei”, afirmou Andy Brown durante uma conferência organizada pela “CNN Portugal” que decorreu em Lisboa.

“Estamos preparados para trabalhar com o Governo para ajudar quem mais precisa, mas a aplicação desta medida visa pequenos negócios, empresas que não precisam de ajuda. Esta não é uma medida que ajuda quem mais precisa”, destacou no seu discurso.

Conforme sublinhou, os preços praticados no mercado regulado ficam a 10% a 20% dos preços no mercado ibérico.

“Sei que há frustração do público para tentar mudar para o mercado regulado com filas nas lojas. O mercado regulado caminha para a extinção em 2025”, afirmou.

Relacionadas

Presidente da Galp defende que é preciso acelerar no lítio, renováveis e hidrogénio verde em Portugal

Andy Brown defende que as autoridades portuguesas precisam de fazer mais para acelerar o licenciamento dos projetos.
Recomendadas

Receitas das estações de serviço na Ibéria cresceram 29% em 2021 devido à subida dos preços

De acordo com a análise que a Informa D&B realizou a este setor, em 2021 o mercado ibérico registou um aumento significativo de 10,6% face a 2020 no volume das vendas de gasolina e gasóleo, que corresponde a 38,30 milhões de toneladas de combustível.

Dona da Betano celebra primeiro ano da TechHub de Lisboa com reforço das equipas

O Tech Hub da Kaizen Gaming em Lisboa já emprega trinta pessoas e o objetivo passa por continuar a crescer no mercado português. Nesse sentido, serão abertas vagas para diversas funções.

PremiumFintech House muda de sede para duplicar número de startups

‘Joint venture’ da associação Portugal Fintech e da rede de espaços de trabalhos partilhados Sitio investiu perto de um milhão de euros na mudança do edíficio na Praça da Alegria para o da Avenida Duque de Loulé, com dez pisos e mais de 2 mil metros quadrados.
Comentários