Gás natural. Preços sobem 3,9% no mercado regulado a partir de amanhã

Esta subida é válida para os mais de 220 mil clientes no mercado regulado.

As tarifas do gás natural vão subir 3,9% no mercado regulado a partir de amanhã, sábado, 1 de outubro. O novo ano gás termina a 30 de setembro de 2023.

Esta subida é válida para os mais de 220 mil clientes neste mercado. No total, o mercado de gás natural doméstico no país conta com 1,4 milhões de clientes.

O aumento de quase 4% é relativo aos preços atuais. Mas, face ao preço médio do ano gás anterior, os consumidores vão registar uma subida de 8,2%.

Em média, um casal passa a pagar mais 48 cêntimos por mês para um total de 13,21 euros. Já um casal com dois filhos vai pagar mais 87 cêntimos para um total de 24,98 euros, segundo as contas apresentadas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Face à subida dos preços do gás natural no mercado liberalizado anunciado por várias empresas, o Governo aprovou um regime que permite aos consumidores regressarem ao mercado regulado.

Gás natural. Famílias com poupanças de 677 euros por ano com tarifa regulada 

As famílias podem vir a poupar 677 euros por ano se optarem pela tarifa regulada a partir de 1 de outubro.

A conclusão é de uma simulação realizada pelo ministério do Ambiente e da Ação Climática (MAAC) divulgada no final de agosto.

As simulações são feitas tendo em conta o aumento médio de 3,9% da tarifa regulada a partir de 1 de outubro, e os aumentos médios anunciados pelas empresas no mercado liberalizado que variam entre os 150% a 190%.

Nas contas da tutela de Duarte Cordeiro, um casal com dois filhos (sem aquecimento central e com consumo anual de 292 metros cúbicos) pode vir a poupar entre 45 a 56 euros por mês se optar pela tarifa regulada a partir de outubro. Isto representa uma poupança entre 64% a 69%.

A fatura média mensal no regulado deverá assim rondar os 25 euros por mês, uma subida abaixo de 1%, contra os 70 a 81 euros praticados no mercado livre.

Olhando para as simulações de um casal (sem aquecimento central e com consumo anual de 138 metros cúbicos), as poupanças podem atingir 375 euros por ano. A fatura média mensal poderá atingir os 13 euros, valor que contrasta com os 38 a 44 euros praticados no mercado liberalizado. A poupança no mercado regulado varia assim entre os 25 a 31 euros, entre 65% a 70%.

A EDP Comercial anunciou esta semana que vai aumentar o preço do gás “em média, 30 euros na fatura dos clientes” domésticos, a que se juntam mais “cinco a sete euros de taxas e impostos”.

A companhia justificou a subida com a escalada do gás nos mercados internacionais à boleia do impacto da invasão russa da Ucrânia.

“Perante este cenário no mercado internacional, no contexto internacional onde compramos o gás que fornecemos às famílias portuguesas, esta atualização de preços tornou-se inevitável”, disse a presidente da EDP Comercial, Vera Pinto Pereira, citada pela “Lusa”.

Também a Galp anunciou uma subida dos preços do gás natural a partir de outubro.

“Face à volatilidade do mercado e ao respetivo aumento do custo do gás, a Galp confirma que irá proceder a um aumento dos preços do gás em outubro numa ordem de grandeza a indicar brevemente”, disse fonte oficial da empresa na quarta-feira.

Gás natural. Famílias com poupanças de 677 euros por ano com tarifa regulada (com áudio)

 

Relacionadas

Sabe se vai compensar mudar para o mercado regulado do gás? A Deco lança calculadora

Com esta calculadora, pode introduzir a quantidade de gás natural que habitualmente consome, consultando a última fatura, e indicar o número de dias a que essa fatura se refere. Basta depois copiar os dados da fatura para a calculadora e obtém, de imediato, o custo que teria em igual consumo e igual período de faturação no mercado regulado a partir de outubro.

Galp tem obrigação de ter tarifa regulada sem direito a indemnização, diz Governo

“Na nossa análise, a Galp tem obrigação legal de fornecer tarifa regulada [de gás natural]”, disse o governante, que está a ser ouvido na Assembleia da República, em resposta a questões do deputado Bernardo Blanco, da Iniciativa Liberal.

Gás natural. Governo pede a empresas para facilitar troca para mercado regulado (com áudio)

A transição para o mercado regulado tem de ser feita em lojas físicas, não sendo possível fazer de forma online.
Recomendadas

PremiumOptimize promove conferência que ensina a poupar e investir

Evento promove a literacia financeira, a poupança e o investimento e realiza-se em Lisboa a 3 de dezembro. O JE será media partner.

Crédito pessoal para jovens: 8 dicas para conseguir

O crédito pessoal para jovens pode ser mais difícil de obter, pela instabilidade profissional e baixos rendimentos nesta fase. Saiba o que é necessário.

Como funciona o pagamento dos cartões de crédito?

Se fizer compras com o cartão durante um certo período de tempo, quanto pagará no final do mês? Descubra como funciona o pagamento dos cartões de crédito.
Comentários