Gasolina a caminho do valor mais baixo em mais de dois anos

Combustíveis estão adescer há três meses consecutivos e o arranque do ano não vai ser excepção.

O início de 2019 vai trazer novas descidas no preço dos combustíveis, em particular da gasolina que irá desvalorizar até cinco cêntimos por litro (dois pela descida semanal e três através de impostos). Já o valor do gasóleo vai cair até dois cêntimos, segundo apurou o Jornal Económico junto de fontes ligadas ao setor.

O preço médio do litro de gasolina 95 em Portugal está atualmente nos 1,469 euros, enquanto o gasóleo vale 1,347 euros por litro, segundo os dados da Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEG). A confirmarem-se estas descidas,  o preço da gasolina recua para valores de março de 2016. Já o gasóleo passa a valer o mesmo que no início de 2018.

Os preços dos combustíveis estão a descer há 12 semanas consecutivas. Os dados da DGEG indicam que, desde 08 de outubro, altura em que os preços começaram este ciclo de quedas, a gasolina desceu 17 cêntimos, enquanto o gasóleo recuou 13 cêntimos por litro. Ainda assim, e de acordo com o último relatório de Bruxelas, depois de impostos, o preço médio da gasolina 95 octanas praticado em Portugal é o sexto mais caro em toda a União Europeia, enquanto o do gasóleo ocupa a 11ª posição entre os 28 países do espaço comunitário.

O documento da Comissão Europeia também deixa claro que a grande ‘fatia’ do preço cobrado por cada litro de combustível em Portugal vai diretamente para os cofres do Estado. Se olharmos para a ‘vizinha’ Espanha, por exemplo, os mesmos dados mostram que os valores cobrados pelos postos nacionais são muito superiores. O gasóleo custa mais 15 cêntimos por litro, enquanto a gasolina vale mais 22 cêntimos em Portugal. Isto quer dizer que se o condutor passar a fronteira para atestar um depósito de 60 litros de gasolina uma vez por semana, ou quatro vezes por mês, vai poupar mais de 630 euros por ano.

Artigo publicado na edição impressa do Jornal Económico desta sexta-feira (28-12-2018) 

Recomendadas

Saiba em que consiste a etiqueta energética e a sua importância na compra de equipamentos elétricos

A nova etiqueta energética já é uma realidade no nosso mercado. Os consumidores precisam de conhecer esta ferramenta, útil e intuitiva, para escolher os seus eletrodomésticos de forma esclarecida e eficiente.

Controlar despesas? Siga esta cinco estratégias

Organizar o orçamento familiar e analisar as despesas com maior peso mensal são dois passos essenciais para planificar a sua vida financeira. Conheça algumas estratégias e ferramentas para fazer frente à atual “avalanche” de aumento de preços e proteger a sua carteira.

Sabe se vai compensar mudar para o mercado regulado do gás? A Deco lança calculadora

Com esta calculadora, pode introduzir a quantidade de gás natural que habitualmente consome, consultando a última fatura, e indicar o número de dias a que essa fatura se refere. Basta depois copiar os dados da fatura para a calculadora e obtém, de imediato, o custo que teria em igual consumo e igual período de faturação no mercado regulado a partir de outubro.
Comentários