Gerador de códigos de activação para Windows pode esconder malware

O KMSPico, um gerador de chaves de activação piratas para o Windows, pode esconder malware que rouba informações pessoais.

Pixabay

Está a circular pela Internet uma versão adulterada do gerador de chaves de activação para Windows, chamado KMSPico, que contém o malware Cryptbot e pode infectar o PC de quem o usar.

De acordo com um artigo publicado pela empresa especializada em segurança informática Red Canary, na semana passada, estão a ser usadas versões adulteradas do KMSPico para infectar computadores com um malware chamado Cryptbot, que pode roubar informações pessoais, incluindo credenciais de acesso a vários serviços.

O KMSPico usa o Windows Key Management Services, uma ferramenta usada em ambientes empresariais para a activação de grandes números de licenças do Windows e Office através de uma rede local, sem que os computadores tenham de comunicar com os servidores da Microsoft.

Devido ao facto de o KMSPico ser usado para gerar códigos de activação ilegais, muitos programas antivírus avisam que pode ser um programa potencialmente indesejado, ou PUP (Potentially Unwanted Program). Para evitar os avisos, muitas pessoas que usam estes programas desactivam os avisos dos antivírus, o que facilita a infecção por parte destas versões adulteradas do KMSPico.

O Cryptbot, o malware incluído nas versões adulteradas, pode ser usado para roubar informação a partir das seguintes aplicações:

Carteira de criptomoedas Atomic

Browser Avast Secure

Browser Brave

Carteira de criptomoedas Ledger Live

Opera Web Browser

Aplicações para criptomoedas Waves Client and Exchange

Carteira de criptomoedas Coinomi

Google Chrome

Carteira de criptomoedas Jaxx Liberty

Carteira de criptomoedas Electron Cash

Carteira de criptomoedas Electrum

Carteira de criptomoedas Exodus

Carteira de criptomoedas Monero

Carteira de criptomoedas MultiBitHD

Mozilla Firefox

Browser CCleaner

Browser Vivaldi

PCGuia
Recomendadas

Unicórnio Feedzai nomeia David Henshall para o conselho de administração

O antigo presidente e CEO da norte-americana Citrix Systems juntou-se à gestão da empresa liderada por Nuno Sebastião, conhecida pela sua plataforma digital de gestão de risco e fraude financeira.

TikTok pode enfrentar multa por proteção de dados de crianças no Reino Unido

A rede social pode enfrentar uma multa de 27 milhões de libras (cerca de 30,03 milhões de euros) por ter alegadamente processado os dados de crianças menores de 13 anos sem o consentimento apropriado dos pais.

Samsung vai investir cinco mil milhões de euros para ser neutra em carbono até 2050

A empresa sul-coreana apresentou recentemente a nova estratégia ambiental, que envolve, entre outras medidas de sustentabilidade, desenvolver novos sistemas de filtragem do ar, apoiar mais startups, expandir o sistema de recolha de resíduos eletrónicos para 180 países, entre outros.
Comentários