Global Data diz que 25 principais bancos caíram 14,4% em valor de mercado no segundo trimestre

Os 25 principais bancos do mundo, em termos de capitalização bolsista, caíram 14,4% no valor de mercado no segundo trimestre de 2022, segundo a Global Data, empresa líder em análise de dados e investigação.

Bank of America
Bank of America

Os 25 principais bancos do mundo, por capitalização bolsista, caíram 14,4% no valor de mercado combinado no segundo trimestre de 2022, segundo a Global Data, empresa líder em análise de dados e investigação.

Segundo a Global Data “a inflação crescente nos EUA e cenários geopolíticos tensos” levaram o o valor de mercado agregado dos 25 maiores bancos globais por capitalização bolsista (market cap) cair 14,4% para 3,2 biliões de dólares em 31 de Março de 2022.

Os bancos que mais caíram foi o norte-americano The Charles Schwab Corporation; o Bank of America, o Commonwealth Bank of Australia, o Wells Fargo, e o JPMorgan Chase.

No caso do Wells Fargo, o negócio de crédito hipotecário do banco foi afectado pelo aumento das taxas do crédito à habitação, devido ao aumento das taxas de juro do Fed.

Destaque ainda para o facto de o JP Morgan ter constituído uma provisão para perdas de crédito de 1,4 mil milhões de dólares, que estava em linha com o aumento das taxas de juro, com a tensão geopolítica, e com uma potencial recessão global. O banco global com sede nos EUA também suspendeu os seus programas de recompra de ações para conseguir cumprir os requisitos regulamentares de capital, no meio de incertezas globais crescentes.

Os quatro grandes Bancos da China  – ICBC, Banco da China, Banco Agrícola da China, e Banco de Construção da China – parecem ter enfrentado bem as subidas das taxas de juro por parte dos bancos centrais em todo o mundo, diz a Global Data.

Parth Vala, analista da Global Data, defende que “a segunda metade de 2022 trará mais desafios para o sector bancário global, uma vez que novas subidas das taxas de juro são quase iminentes para conter a inflação em espiral, o que por sua vez tornaria potencial uma recessão global”.

Recomendadas

Sindicatos atentos ao fundo pensões do BCP

Os Sindicatos Verticais da Banca asseguram aos associados do BCP que tudo farão “na defesa dos seus interesses no Fundo de Pensões do banco”.

BCE vigia 31 bancos por riscos associados à subida das taxas de juro

Banco Central Europeu lançou uma revisão dos riscos de taxa de juro e spread de crédito para avaliar a exposição dos bancos. Numa primeira fase irá monitorizar 31 instituições financeiras

BPI reduz participação qualificada na Conduril para 9,62%

O Banco BPI reduziu a sua participação qualificada no capital da Conduril de 10,17% para 9,62%, de acordo com um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).
Comentários