GNR quer “Natal Tranquilo”. Não pise o risco!

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica, de 24 a 27 de dezembro, em todo o território nacional, o patrulhamento rodoviário para as vias de maior tráfego.


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Nesta altura do ano, o aumento do tráfego resulta das deslocações de inúmeras pessoas dos locais de residência habitual para as regiões de origem para a celebração da quadra natalícia.

Durante esta operação da GNR serão empenhados militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais, reforçados pela Unidade de Intervenção e Unidade de Segurança e Honras de Estado, que estarão particularmente atentos às seguintes infrações: excesso de velocidade; falta de habilitação legal para conduzir; condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas; não cumprimento das regras de trânsito; incorreta ou não utilização do cinto de segurança e sistemas de retenção para crianças; utilização indevida do telemóvel durante a condução.

Segundo a GNR,  a Operação “Natal Tranquilo” tem como objetivos prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, no sentido de lhes proporcionar uma deslocação em segurança.

Toda a informação relativa à circulação rodoviária será disponibilizada 24 horas por dia, através do oficial de serviço do Centro de Comando e Controlo Operacional (CCCO/GNR) – 213 217 243.

OJE

Recomendadas

FMI estima que a espiral de salários-preços ainda é um “risco limitado”

A ausência de uma espiral preços-salários não deve levar os líderes a não agirem para combater a inflação persistente, considera ainda o Fundo Monetário Internacional.

Compra de carros de luxo pela TAP “é um problema de bom senso”, diz Marcelo Rebelo de Sousa

“Já falei em relação a várias entidades públicas no passado e em relação à distribuição de dividendos e em relação aos salários e entendo que quando se está num período de dificuldade deve fazer-se um esforço para dar o exemplo de contenção”, defendeu hoje Marcelo Rebelo de Sousa.

Albergaria investe 3,7 milhões de euros na zona industrial para captar investimento e criar emprego

O município “tem realizado um forte investimento no desenvolvimento económico, dinamizando o sector empresarial e a economia local” nos últimos anos, segundo António Loureiro, Presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha.