Goldenergy anuncia aumentos no gás natural entre seis a 10 euros a partir de outubro (com áudio)

A empresa junta-se à EDP e Galp que já anunciaram subidas.

A Goldenergy anunciou aumento no gás natural a partir de 1 de outubro e destaca que, parte da subida, deve-se aos custos aprovada pelo regulador.

“A maioria dos clientes da Goldenergy apenas vai ter em média um aumento de seis euros por mês (com taxas e impostos incluídos). Considerando o número de clientes presentes em cada escalão da Goldenergy e os seus perfis médios de consumo, o aumento tarifário para este inverno nas faturas de gás será em média de 10 euros mensais, onde se incluem já taxas e impostos”, pode-se ler no comunicado da Goldenergy divulgado esta segunda-feira, 29 de agosto.

A fornecedora justifica esta subida com o “aumento dos custos dos acessos regulados, aprovados pelo Governo para entrarem em vigor a 1 de outubro e tendo em conta a atual volatilidade do mercado e a escalada de preços do gás nos mercados internacionais nos últimos meses, situação que tem vindo a ser agravada pelas consequências da guerra na Ucrânia, a Goldenergy vê como inevitável proceder ao aumento dos preços do gás nos segmentos residencial e pequenos negócios”.

Para o ano gás 2022/2023 que começa a 1 de outubro, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) vai subir as tarifas de acesso à rede para os consumidores domésticos e pequenos negócios em 2,8%. Estas tarifas são pagas pelos consumidores pela utilização das infraestruturas de redes e incluídas nos preços de venda a clientes finais dos mercados regulado e liberalizado.

Já a indústria/serviços vai ter uma redução nas tarifas de acesso à rede de 6,2%, com os grandes consumidores de gás a terem uma redução de 48,6% nesta tarifa.

A partir de 1 de outubro, os clientes no mercado regulado vão ter uma subida de 8,2% nos preços do gás natural face ao preço do ano gás anterior. Tendo em conta os aumentos que já tiveram lugar este ano, a tarifa vai subir 3,9% em outubro face a setembro.

“Na Goldenergy continuamos a trabalhar para fornecer o melhor serviço ao melhor preço. Mesmo perante a atual situação do mercado grossista, a Goldenergy fará todo o esforço por efetuar um aumento controlado, ainda que inevitável, dos preços do gás com o intuito de minimizar o impacto nos seus clientes. Achamos que as medidas a adotar nesta fase têm de ter em conta sempre a poupança possível para os nossos clientes, assim como promover a eficiência energética, a utilização alternativa de outras fontes de energia e o uso responsável da energia. E seguindo as recomendações da União Europeia, mais do que nunca, a sustentabilidade precisa que cada um de nós seja mais responsável no uso da energia que consumimos”, disse em comunicado Miguel Checa, presidente-executivo da Goldenergy.

Recomendadas

Euribor volta a subir para novo máximo a seis meses e cai a três e a 12 meses

As taxas Euribor desceram hoje, pela primeira vez desde 09 de setembro, a três e a 12 meses, e voltaram a subir a seis meses, para um novo máximo desde janeiro de 2009.

Galp vai investir mais de cinco mil milhões no Brasil (com áudio)

A companhia quer investir mais na produção de petróleo, mas também nas energias renováveis.

Klarna permite pagamentos faseados em 870 marcas em Portugal (com áudio)

Prestes a completar o primeiro ano de operação em Portugal, a fintech sueca ultrapassou a marca dos 200 mil utilizadores nacionais da aplicação que permite dividir os pagamentos em três fases.
Comentários