Good Meat cria biorreatores para cultivar carne 

Através de células dos animais, a Good Meat cultiva frango e carne de vaca que são servidos em restaurantes em Singapura. Para escalar a capacidade de produção, esta startup americana está a construir novos biorreatores nos Estados Unidos.

Produzir carne de forma sustentável, utilizando menos recursos do que os que são necessários no processo tradicional de criação de animais. Esta é a grande missão da Good Meat, uma startup americana que cultiva frango e carne de vaca, através de células dos animais. 

O processo é simples: a Good Meat coloca as células dentro de biorreatores semelhantes aos tanques utilizados para a fermentação de cerveja. Entre 4 a 6 semanas depois, as células são recolhidas e o produto final é criado através de impressão 3D. 

Com um perfil nutricional idêntico ao da carne produzida de forma tradicional, esta carne tem sido servida, desde 2020, em restaurantes em Singapura. 

Para escalar a capacidade de produção, a Good Meat está a construir novos biorreatores, nos Estados Unidos, cada um com capacidade para 250 mil litros. Operacionais a partir de 2024, o objetivo é que em 2030 sejam capazes de produzir mais de 13 mil toneladas de frango e carne de vaca por ano.

A empresa assegura que este processo inovador emite menos 92% de emissões de carbono, quando comparado com o processo tradicional de criação de animais. 

Desde que foi fundada em 2016, a Good Meat já captou 267 milhões de dólares.

Artigo original publicado em SuperToast by INSTINCT.
Também disponível em Newsletter e Podcast.

Recomendadas

Noção de mercados emergentes na banca está morta, diz McKinksey. Ásia concentra crescimento

Os bancos na Ásia-Pacífico podem ganhar com uma perspectiva macroeconómica mais forte, enquanto que os bancos europeus enfrentam uma perspectiva mais sombria. “No caso de uma longa recessão, estimamos que a rendibilidade dos bancos a nível mundial possa cair para 7% até 2026 e para baixo dos 6% nos bancos europeus”, diz a Mckinsey.

Iberdrola quer investir 3 milhões em Portugal nos próximos anos

O presidente executivo da Iberdrola anunciou que a empresa quer investir em Portugal, nos próximos anos, três milhões de euros, afirmando que gostaria de o fazer ainda durante o mandato do primeiro-ministro, António Costa.

Blackrock com mais de 3% da EDP Renováveis

Segundo o comunicado da CMVM, a BlackRock, em resultado de transações executadas a 5 de dezembro de 2022, ultrapassou o patamar mínimo de 3% para posições acionistas qualificadas.
Comentários