Governo aprova despesa com vacinas contra a Covid-19 para 2021

“Foi aprovada a resolução que autoriza a realização de despesa relativa aos contratos a celebrar para a aquisição de vacinas contra a Covid-19, no âmbito da primeira fase de procedimentos aquisitivos promovidos pela Comissão Europeia em nome do Estados-Membros da União Europeia”, pode ler-se no comunicado.

Damir Sagolj / Reuters

O Governo aprovou esta quinta-feira em Conselho de Ministros a despesa relativa às vacinas contra a Covid-19 para 2021, de acordo com comunicado divulgado ao início da noite.

“Foi aprovada a resolução que autoriza a realização de despesa relativa aos contratos a celebrar para a aquisição de vacinas contra a Covid-19, no âmbito da primeira fase de procedimentos aquisitivos promovidos pela Comissão Europeia em nome do Estados-Membros da União Europeia”, pode ler-se no comunicado.

O Governo recorda que “a Comissão Europeia celebrou, até à presente data, seis Acordos Prévios de Aquisição com seis farmacêuticas, antevendo-se a subsequente necessidade de concretização dos respetivos processos aquisitivos por parte de cada Estado-Membro. Em complemento aos Acordos celebrados, há a necessidade de proceder igualmente a procedimentos aquisitivos referentes ao processo de vacinação, como sejam os custos relacionados com armazenamento e aquisição de vacinas e com os acessórios imprescindíveis à sua administração (designadamente seringas, agulhas, solventes)”.

Desta forma, o Estado Português, através da Direção-Geral da Saúde, “aderiu a todos os Acordos já aprovados. Assim, e sem prejuízo da Comissão Europeia continuar a negociar outros acordos semelhantes com outros fabricantes de vacinas, a presente resolução visa autorizar a realização de despesa para o ano de 2021 para a aquisição de vacinas contra a Covid-19, no âmbito do procedimento europeu centralizado”.

 

 

 

Relacionadas

139 mil pessoas vão ser vacinadas até ao final de janeiro em Portugal

Em dezembro, serão vacinados no país 9.750 profissionais que vão receber as primeiras doses que chegam ao país entre 24 e 26 de dezembro, com a vacinação a arrancar a 27 de dezembro.

Bruxelas conclui acordo inicial para comprar até 200 milhões de doses da vacina da Novavax

O contrato previsto com a farmacêutica norte-americana dará aos 27 Estados-membros a hipótese de adquirirem 100 milhões de doses do fármaco, com uma opção suplementar para mais 100 milhões de doses.

Governo prevê dar início à vacinação contra a Covid-19 entre 27 e 29 de dezembro

Portugal deverá receber as primeiras doses da vacina Pfizer-BioNTech contra a Covid-19 já este mês. A ministra da Saúde adiantou que o primeiro lote de vacinas será de 9.750 unidades e irá priorizar os profissionais de saúde. Grupos prioritários previamente anunciados não sofrem alterações.
Recomendadas

Reabilitação do Centro Municipal de Desportos Náuticos de Coimbra já foi consignada

A primeira fase de reabilitação dos pavilhões do Centro Municipal de Desportos Náuticos de Coimbra, orçada em 338 mil euros, foi consignada hoje, revelou o município.

JMJLisboa2023. Portugal terá retorno económico de cerca de 350 milhões de euros

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que se realiza no próximo mês de agosto em Lisboa, vai ter um retorno económico para Portugal de cerca de 350 milhões de euros, revelou hoje o coordenador do evento nomeado pelo Governo.

Três desalojados após incêndio numa habitação no concelho de Pedrógão Grande

Três pessoas ficaram hoje desalojadas na sequência de um incêndio numa habitação em Troviscais Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, norte do distrito de Leiria, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros locais.
Comentários