Governo da Madeira abre procedimento para contrato de manutenção de reserva estratégica de armazenagem de cereais

O executivo madeirense diz esta é uma medida de “imperioso e urgente interesse público que visa assegurar, enquanto as presentes circunstâncias perdurarem”, a constituição e manutenção, em território da Região Autónoma da Madeira (RAM), de uma reserva estratégica de abastecimento de cereais.

O Governo da Madeira, reunido em conselho de Governo, decidiu adotar um procedimento de formação de um contrato de manutenção de uma reserva estratégica de armazenagem de cereais.

“Trata-se de uma medida de imperioso e urgente interesse público que visa assegurar, enquanto as presentes circunstâncias perdurarem, a constituição e manutenção, em território da Região Autónoma da Madeira (RAM), de uma reserva estratégica de abastecimento de cereais à RAM”, diz o executivo regional.

O executivo madeirense decidiu em setembro criar uma reserva estratégica de cereais para garantir que não surjam ruturas no abastecimento do sector da panificação, num investimento mensal de 60 mil euros.

“O que estamos a fazer é recuperar um conceito já existente no passado de reserva estratégica de cereais na região, aumentando, através de uma forma contratual, a capacidade de stock para que não haja ruturas no abastecimento, sobretudo ao sector da panificação”, disse o secretário regional da Economia, Rui Barreto.

A intenção do Governo da Madeira era de que esta reserva de cereais passa-se a vigorar a partir do quarto trimestre deste ano.

O secretário regional da Economia referiu que devido à crise gerada pela guerra na Ucrânia, perspetiva-se “que o preço do trigo aumente mais de 40% este ano, atingindo máximos históricos em termos nominais”.

Rui Barreto sublinhou que as mais recentes importações de cereais contratadas pelos operadores da Madeira nos mercados internacionais, em dezembro de 2021, “representaram, comparativamente às anteriores, um acréscimo de custo, quer em termos de preço da matéria-prima como de logística e transporte, superior a 55%”.

Com esta reserva de cereais deve-se “assegurar o normal e regular abastecimento” ao mercado regional por um período temporal nunca inferior a dois meses, com vista a impedir a possibilidade de ocorrer uma interrupção da cadeia de abastecimento ou uma rutura de stocks no referido horizonte temporal.

Esta reserva vai ficar nos silos de armazenagem de cereais localizados no Porto do Caniçal, Zona Franca e Industrial do Caniçal, na freguesia do Caniçal, concelho de Machico, que pertencem à sociedade Silomad – Silos da Madeira.

Recomendadas

Câmara do Funchal distingue empresários da restauração e duas associações de táxis em comemoração do Dia Mundial do Turismo

Pedro Calado enalteceu “a qualidade e a excelência” dos serviços prestados pelo sector de táxis, sublinhando que estes profissionais são muitas vezes “os grandes embaixadores da Madeira” e os primeiros a terem o contacto direto com os turistas quando chegam à cidade .

Comercialização de banana na Madeira aumentou 17,3% face ao ano passado

Do número total de bananas comercializadas de janeiro a agosto deste ano, 84,7% foi expedida, tendo como principal destino o Continente. Este valor era de 84,0% em 2021.

Valor mediano de avaliação bancária de habitação na Madeira atingiu máximos em agosto

Em agosto deste ano, o valor mediano de avaliação bancária de habitação RAM ficou em 1.385 euros/m2, um aumento de 1% em relação ao mês anterior e de 11,3% face ao mesmo mês do ano anterior.
Comentários