Governo diz que TAP deve continuar a ser “líder na ligação da Europa ao Brasil” e manter crescimento para os Estados Unidos

O ministro das Infraestruturas voltou a defender a aposta na Portugália e no reforço da sua frota, cujos aviões são mais pequenos face aos da TAP.

Cristina Bernardo

Apesar do grande cenário de incerteza que rodeia o setor da aviação mundial, o ministro das Infraestruturas disse hoje que a TAP quer manter a sua posição como líder nas viagens entre a Europa e o Brasil e continuar a crescer para os Estados Unidos, isto num cenário em que a empresa vai reduzir a sua frota devido ao plano de reestruturação que está a ser avaliado pela Comissão Europeia.

“Sobre a estratégia da TAP, estamos num momento tao importante a discutir futuro da TAP, interessa dizer que do ponto de vista estratégico, vamos ter uma companhia a apostar seriamente no hub [de Lisboa]”, disse em resposta às perguntas feitas pelo deputado do PSD, Afonso Oliveira.

O objetivo é que continue a ser uma “companhia que vai receber passageiros do outro lado do Atlântico e distribui os pela Europa, e o contrário”.

“Que quer preservar essa grande vantagem de ser a companhia aérea europeia líder na ligação da Europa ao Brasil, na ligação a 10 países da África Ocidental, uma companhia aérea que cresceu nos últimos anos 30% ao ano na ligação aos Estados Unidos”, afirmou hoje durante a sua audição no Parlamento.

Ao mesmo tempo, o ministro voltou a defender a aposta na Portugália, companhia aérea que pertence ao grupo TAP. “Uma companhia que consiga, ao apostar na Portugália e reforçar a sua frota, também explorar ou tornar viáveis operações que não são feitas pela TAP, que a Portugália seja também uma companhia que possa acrescentar negócio ao grupo TAP.

Relacionadas
TAP Portugal

TAP. PSD critica Governo por não entregar plano de reestruturação no Parlamento

O deputado Cristóvão Norte criticou hoje Pedro Nuno Santos por não revelar o documento aos deputados da comissão de economia. Em resposta, o ministro disse que o plano contém “matéria da máxima sensibilidade para a TAP e para todos os seus concorrentes”.

Frasquilho: Plano de reestruturação da TAP é a “condição para salvar sete mil postos de trabalho”

Em entrevista à TVI 24, o chairman da companhia aérea espera que a Comissão Europeia conclua a sua avaliação no primeiro trimestre de 2021. O grupo TAP contava com quase 11 mil trabalhadores no final de 2019.
TAP Portugal

TAP. Sindicato quer saber qual a redução de custos prevista para as “negociatas dos leasings”

SITAVA aponta que os custos com o pessoal “são apenas uma parcela e nem sequer a maior” e quer saber o que pretende o conselho de administração e o Governo fazer em relação às “negociatas dos leasings, dos combustíveis, das taxas e comissões, dos fornecimentos externos e tantos outros”.
Recomendadas

Prémio “João Vasconcelos – Empreendedor do ano 2022” atribuído aos fundadores da Coverflex

O prémio de “Empreendedor do Ano” foi entregue pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e por Bernardo Correia, ‘country manager’ da Google Portugal, entidade parceira desta edição.

Empresa aeronáutica prevê 6 milhões para começar a produzir aviões em Cabo Verde

“Venho elaborando este projeto já há dois anos, criei a empresa Aeronáutica Checo-Cabo-verdiana, empresa que irá produzir os aviões da Orlican e Air Craft Industries em Cabo Verde”, afirma Mónica Sofia Duarte.

BPI e FCT financiam 20 projetos e nove ideias para o desenvolvimento sustentável no Interior

A edição de 2022 do Programa Promove, uma iniciativa da Fundação “la Caixa”, em colaboração com o BPI e em parceria com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), concedeu apoios a fundo perdido de perto de 3,6 milhões a um total de 20 projetos e nove ideias destinados a impulsionar o desenvolvimento sustentável de regiões do interior de Portugal.
Comentários