O Governo duplicou para 20 milhões de euros o investimento disponível para melhorar este ano as condições, infraestruturas e equipamentos das maternidades públicas, anunciou hoje o ministro da Saúde.

A Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde (SNS) tinha anunciado no início de janeiro uma linha de financiamento de 10 milhões de euros para requalificação de blocos de partos, obras a executar este ano mediante candidatura das unidades hospitalares.

Numa audição na Comissão de Saúde, onde está a ser ouvido a pedido do Chega e do PCP sobre os serviços de urgência, o ministro da Saúde revelou que, à exceção de duas maternidades que já tinham obras planeadas com financiamento de fundos comunitários, todas as outras concorreram ao procedimento concursal aberto no início do ano.

“Nós tínhamos reservado um bolo de financiamento de 10 milhões de euros” mas, disse, “a soma de todas as candidaturas é de 37 milhões de euros, muito superior ao volume de financiamento disponível”.

Nesse sentido, o ministro anunciou que o Governo irá duplicar o investimento disponível para as maternidades do Serviço Nacional de Saúde.

“Vamos investir este ano 20 milhões de euros na melhoria das condições de infraestruturas”, de conforto e dos equipamentos das maternidades públicas, salientou.

Para o ministro, esta requalificação é necessária porque também “induz maior satisfação nos utentes e maior satisfação nos profissionais” de saúde.