Governo falha de “forma estrondosa” na área social, acusa Rui Rio

Presidente social-democrata enumerou os casos que marcaram a agenda em 2018 para criticar o Governo, a quem acusa de não ter garantido a segurança dos portugueses.

O líder do PSD voltou a acusar o Governo de falhar em matéria de segurança em diversas áreas, nomeadamente na área social. Numa mensagem de Natal publicada este sábado, Rui Rio referiu que “o Estado não foi capaz de garantir a segurança das pessoas” este ano.

“Ao nível dos incêndios não teve a eficácia necessária no combate aos mesmos. No caso da recente queda do helicóptero do INE, o socorro chegou tarde e a más horas. No caso de Borba, caiu uma estrada que todos sabiam que estava em insegurança. No caso dos vendavais na região centro do país, a assistência às pessoas e às empresas foi e continua a ser neste momento, altamente deficitária”, disse. “As polémicas na ferróvia, na falta de manutenção e que também pode originar insegurança também são permanentes. E depois temos o caso de Tancos que atinge o expoente máximo ao nível da falha de insegurança”, acrescentou.

O presidente do PSD apelou a que o Executivo “trate dos serviços públicos, de forma a que os portugueses se possam sentir em segurança, como sempre se sentiram”.

“Se formos para a área social o desempenho também não é famoso, particularmente ao nível do Serviço Nacional de Saúde, onde se vão acumulando polémicas, ineficácias, falta de investimento e falta de manutenção”, realçou. Criticou ainda as diferenças entre o salário mínimo no setor público e no setor privado, defendendo que “o nível do salário mínimo tem de ser todos tratados por igual”.

“Num governo sendo de esquerda, e muito de esquerda, já que tem apoio no PCP e no Bloco de  Esquerda, mesmo esse Governo na área social falha desta forma estrondosa”, acusou.

Recomendadas

Empresa do ministro das Infraestruturas e da Habitação e do seu pai fez contrato com o Estado

 Segundo o jornal ‘online’, o contrato com o Estado feito pela Tecmacal “constitui uma incompatibilidade de acordo com a lei que estabelece o regime do exercício de funções por titulares de cargos políticos e altos cargos públicos”.

OE2023: Presidente da República recebe partidos na quarta-feira

O Governo apresentou hoje o seu cenário macroeconómico aos partidos com assento parlamentar, três dias antes de entregar a proposta de Orçamento do Estado para 2023 na Assembleia da República.

OE2023: Se previsões do Governo se confirmarem, tensão social será menor, diz Presidente da República

Marcelo Rebelo de Sousa admitiu que as previsões do Governo são melhores do que o próprio e “porventura do que esperavam muitos portugueses, dentro do clima de crise geral” que Portugal está atualmente a viver.
Comentários