Governo italiano vai resgatar banco Popolare di Bari

“Estamos a trabalhar para o realçar dos benefícios da economia de todo o sul [de Itália]”, afirmou o ministro das Finanças de Itália, Roberto Gualtieri. O executivo de Conte aprovou um decreto-lei  que vai permitir disponibilizar até 900 milhões de euros para o Banca del Mezzogiorno-Mediocredito Centrale.

O governo de Itália vai resgatar o Banca Popalare di Bari SCpa, um banco regional do sul do país, através de uma linha de crédito que reforçará ativos e vai fomentar o desenvolvimento de atividades de investimento, de acordo com a “Bloomberg”.  O executivo de Giuseppe Conte aprovou no domingo um decreto-lei  que vai permitir disponibilizar até 900 milhões de euros para o banco estatal Banca del Mezzogiorno-Mediocredito Centrale (MCC), que terá como missão apoiar entidades bancárias do sul de Itália.

O MCC vai atuar em conjunto com o fundo bancário FITD e outras entidades na reestruturação do Banca Popolare di Bari SCpa. “Estamos a trabalhar para o realçar dos benefícios da economia de todo o sul [de Itália]”, afirmou o ministro das Finanças de Itália, Roberto Gualtieri, citado pela agência noticiosa financeira.

O banco que será intervencionado, fundado há 60 anos como o primeiro grupo de crédito cooperativo do sul do país, acumulou prejuízos devido ao crédito mal parado, enquanto preparava um plano de reforço do capital. De acordo com a agência de informação económica e financeira, este banco regional é um assunto fraturante no governo de Conte.

Na reunião ministerial de sexta-feira, os representantes dos partidos Movimento 5 Estrelas e Italia Viva acabaram por abandonar a mesa devido a atritos sobre a decisão a tomar, conseguindo somente no domingo chegar a um acordo.

Recomendadas

Fitch melhora perspetiva do rating do BCP

A mudança de perspectiva para o rating do BCP reflete, em parte, uma maior clareza em torno do provisionamento necessário para cobrir os riscos legais do Bank Millennium com empréstimos hipotecários denominados em francos suíços, na Polónia.

Sindicatos dos Quadros e SIB pedem apoio extraordinário para bancários no ativo

Ainda sobre as medidas do Governo de apoio para fazer face à inflação, o Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB) e o SIB (Sindicato Independente da Banca) pedem parecer sobre constitucionalidade do apoio aos pensionistas e exigem apoio extraordinário para bancários no ativo.

Rácio de crédito malparado na banca melhora para 3,4% no segundo trimestre

A queda “reflete a diminuição dos NPL (-4,0%) e o aumento dos empréstimos produtivos (+1,8%)”, explica o supervisor da banca. A rentabilidade também melhorou.
Comentários