Governo já mobilizou quase 1.700 mil milhões de euros para atenuar preços do gás e combustíveis, realça António Costa

“Não há vacina para a inflação”, alertou António Costa que, no entanto, fez um historial das medidas tomadas pelo Governo desde o final do ano passado no sentido de atenuar o aumento dos preços.

António Costa
António Costa

António Costa destacou este domingo, na abertura das jornadas parlamentares do Partido Socialista (PS) em Leiria, que o Governo já mobilizou quase 1.700 mil milhões de euros no sentido de atenuar o preço do gás e dos combustíveis.

“Não há vacina para a inflação”, alertou António Costa que, no entanto, fez um historial das medidas tomadas pelo Governo desde o final do ano passado no sentido de atenuar o aumento dos preços.

“Começámos a tomar medidas contra a inflação em novembro do ano passado quando conseguimos conter o aumento do preço da eletricidade, o auto-voucher, o conjunto de medidas para controlar o preço dos combustíveis, fixação de preço máximo para o gás de botija e ajudámos as famílias mais vulneráveis”, realçou o primeiro-ministro e secretário-geral do PS.

António Costa destacou que “desde o início do ano até agora, foram mobilizados 1.682 mil milhões de euros para atenuar o preço do gás e dos combustíveis para ajudar as famílias mais vulneráveis e os setores económicos mais dependentes da energia”.

As jornadas, que têm como tema principal as questões do crescimento e da coesão, começaram no domingo no mercado de Santana, em Leiria, com um comício que marcará também o encerramento da iniciativa Académica Socialista.

Relacionadas

Portugal “é mesmo a casa” dos brasileiros que aqui queiram viver

Racismo e xenofobia também se dizem em português, disse o primeiro-ministro aos brasileiros residentes em Portugal, sublinhando que nem sempre é fácil viver onde não se nasceu.
Recomendadas

PremiumEUA e zona euro vão ter uma “aterragem dura” na pista da recessão no próximo ano

A subida das taxas de juro para controlar a inflação vai ter forte impacto na economia em 2023. Alemanha afunda acima da média, com China a crescer acima do previsto.

PremiumJoão Caiado Guerreiro: “Os vistos gold têm sido extremamente positivos para o país”

Área de Imigração deverá continuar a ser das mais dinâmicas da Caiado Guerreiro, apesar do anunciado fim dos vistos ‘gold’. Processo para cobrar cinco milhões de euros em honorários à Pharol vai a julgamento em fevereiro.

Custo de cabaz alimentar de bens básicos aumentou 21% para adultos num ano, diz BdP

O banco central revela que entre outubro de 2021 e outubro de 2022, o custo mensal médio e mediano de um cabaz básico de consumo alimentar para um adulto com cerca de 40 anos aumentou 21% e 24%, respetivamente.
Comentários