Governo pede à PSP que até dia 20 avalie risco dos bares e discotecas de Lisboa

A decisão do ministro da Administração Interna deve-se “aos acontecimentos recentes e à necessidade de garantir a segurança das pessoas e a manutenção da ordem pública”.

O ministro da Administração Interna pediu à Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) que, até à próxima quarta-feira, dia 20 de dezembro, avalie os incidentes que aconteceram nos últimos dois anos nos bares e discotecas de Lisboa.

A notícia está a ser avançada pelo “Diário de Notícias”, que confirmou junto do Governo que a decisão se deve “aos acontecimentos recentes e à necessidade de garantir a segurança das pessoas e a manutenção da ordem pública”.

Eduardo Cabrita quer que as autoridades policiais apresentem uma avaliação de risco em vários estabelecimentos da capital, nomeadamente, aqueles cuja atividade seja suscetível de alterar a ordem pública. “Tem em vista a ponderação e determinação de medidas, por parte do MAI, que reforcem as condições de segurança de pessoas e bens”, explicou o Ministério da Administração Interna ao diário.

Na segunda-feira, a Câmara de Lisboa mandou encerrar a discoteca Barrio Latino, após uma investigação por suspeita de tráfico de droga, depois de já ter dado ordens para restringir o horário de funcionamento.

À margem de um debate que decorreu na Assembleia Municipal, sobre “segurança e qualidade de vida noturna na cidade de Lisboa”, Duarte Cordeiro afirmou que “existem dois processos da PSP que estão a decorrer em paralelo”, sobre aquele espaço de diversão noturna.

O vice-presidente avançou que os proprietários “foram hoje notificados” para o encerramento do espaço, mas a decisão não tem efeitos imediatos, pois está dependente de uma Audiência Prévia de Interessados, que tem de decorrer nos 10 dias seguintes à notificação.

Um dos processos está ligado à solicitação da “restrição de horário de funcionamento por indícios fundados de perturbação da tranquilidade pública e o outro devido a [suspeita de] tráfico de droga”, que levou à decisão de encerramento do estabelecimento, explicou o autarca, no início da semana.

Relacionadas

PSP Madeira lança esta segunda-feira campanha ‘Festas Seguras’

Durante esta campanha a PSP vai reforçar os seus meios operacionais numa operação com uma vertente preventiva, proativa e dissuasora com o objetivo de aumentar o sentimento de segurança e combater a criminalidade e sinistralidade rodoviária.

Câmara de Lisboa restringe horário da discoteca onde segurança foi morto a tiro

O estabelecimento Bairro Latino tem em curso “várias contraordenações de autos de notícias elaborados após fiscalização da Polícia Municipal”, justifica o munícipio
Recomendadas

Lisboa com níveis de poluição superiores ao tolerado pela OMS

Algumas zonas da cidade de Lisboa apresentam níveis de poluição superiores aos que são tolerados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), destacando-se o terminal de cruzeiros de Santa Apolónia e algumas ciclovias, segundo um estudo divulgado hoje.

JE Bom Dia: ‘Money Supply’ na Europa é conhecida num contexto de subida de taxas de juro

Por cá, o Banco de Portugal divulga os dados de crédito ao sector privado em outubro, e será um dia parado no Parlamento depois da aprovação do Orçamento do Estado na passada sexta-feira.

Milhares de pessoas correm em Caracas em ação promovida pela UE sobre violência contra as mulheres

A iniciativa, que conta com uma corrida de 10 quilómetros e uma caminhada de cinco quilómetros, proporcionou uma “festa” pelas ruas da capital da Venezuela, com o principal objetivo de sensibilizar a população para que não permita “nem um único ato de violência” contra as mulheres, explicou o chefe de missão da delegação da UE, Rafael Dochao Moreno, em declarações à agência Efe.
Comentários