Governo quer subir preço da água para reabilitar rede

O secretário de Estado do Ambiente defende que os custos das tarifas não são cobertos e que as empresas de serviços de águas cobram abaixo do que é necessário.

As tarifas da água devem subir para fazer face aos custos de, por exemplo, reabilitar as redes. É o que defende o Governo português, nas palavras do secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins.

“Em Portugal, a maioria das tarifas praticadas não cobre os verdadeiros custos dos serviços de águas e águas residuais”, explicou o governante ao “Diário de Notícias”. Na sua perspetiva, “as entidades gestoras” de serviços de águas “estão a cobrar tarifas abaixo do necessário”.

Segundo esclareceu ao DN, a proposta do executivo está relacionada com o relatório intercalar do Grupo de Apoio à Gestão do Plano Estratégico de Abastecimento de Água e Saneamento de Águas Residuais – Pensar 2020, cuja apresentação é feita esta quinta-feira.

O relatório em questão sublinha também aspetos como o “elevado” nível de perdas de água e o “número de colapsos estruturais de coletores”, que o secretário de Estado do Ambiente considera sinónimo da “fraca” capacidade financeira de muitas empresas do setor.

“O que estamos a pugnar é que as tarifas se aproximem daquilo que são tarifas que permitam cobrir custos, nomeadamente custos com a reabilitação”, acrescentou, em declarações ao mesmo jornal.

 

Recomendadas

EUA incluem Irão, grupo Wagner e talibãs na lista negra de liberdade religiosa

O Governo dos Estados Unidos anunciou hoje a sua ‘lista negra’ de países e organizações que atentam contra a liberdade religiosa, nela incluindo Cuba, China, Irão, Rússia, o grupo Wagner e os talibãs, entre outros.

Crise/Energia: Desconto no ISP reduz-se em dezembro com queda dos preços dos combustíveis

O Ministério das Finanças anunciou hoje que em dezembro há uma redução do desconto do ISP em 3,9 cêntimos por litro de gasóleo e em 2,4 cêntimos por litro de gasolina, tendo em conta a queda dos preços.

PremiumEmpresários pedem “velocidade” nos dossiers da economia e turismo

Confederações de empresários da indústria e de turismo agradecem aos secretários de Estado demissionários e esperam que os novos continuem o trabalho já realizado, concretizando planos anunciados.
Comentários