Governo Regional atribui 252 mil euros para programa de emergência alimentar

Este programa pretende garantir às famílias de baixos rendimento o acesso a refeições gratuitas e prevê também a comparticipação na aquisição de géneros alimentares.

O conselho de governo decidiu atribuir uma verba de 252 mil euros para as entidades do Programa de Emergência Alimentar da Madeira.

Esta medida abrange nove entidades e tem o objectivo de garantir às famílias de baixos rendimentos “o acesso a refeições gratuitas” e prevê também “a comparticipação na aquisição de géneros alimentares”.

O executivo refere que com este apoio é possível assegurar a continuidade deste programa de emergência alimentar durante o primeiro trimestre de 2018.

As entidades que vão beneficiar deste apoio do Governo Regional estão: a Associação Santana Cidade Solidária, Causa Social – Associação para a Promoção da Cidadania, Centro Social e Paroquial de Santa Cecília, Centro Social e Paroquial de Santo António, Centro Social e Paroquial de São Bento, Santa Casa da Misericórdia da Calheta, Santa Casa da Misericórdia de Machico, Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz e Santa Casa de Misericórdia do Funchal.

Recomendadas

Câmara do Funchal distingue empresários da restauração e duas associações de táxis em comemoração do Dia Mundial do Turismo

Pedro Calado enalteceu “a qualidade e a excelência” dos serviços prestados pelo sector de táxis, sublinhando que estes profissionais são muitas vezes “os grandes embaixadores da Madeira” e os primeiros a terem o contacto direto com os turistas quando chegam à cidade .

Comercialização de banana na Madeira aumentou 17,3% face ao ano passado

Do número total de bananas comercializadas de janeiro a agosto deste ano, 84,7% foi expedida, tendo como principal destino o Continente. Este valor era de 84,0% em 2021.

Valor mediano de avaliação bancária de habitação na Madeira atingiu máximos em agosto

Em agosto deste ano, o valor mediano de avaliação bancária de habitação RAM ficou em 1.385 euros/m2, um aumento de 1% em relação ao mês anterior e de 11,3% face ao mesmo mês do ano anterior.
Comentários