Governo Regional dos Açores “satisfeito” com melhoria de perspetivas pela DBRS

À boleia da melhoria da notação da República, mas também com um forte impulso dado pelo primeiro semestre da SATA, a situação financeira do Governo Regional dos Açores é agora vista como ‘estável’ pela DBRS.

O Governo Regional dos Açores mostra-se satisfeito com a melhoria de perspetivas decretada pela DBRS na sua avaliação calendarizada para a sexta-feira passada, quando o outlook da região passou a ‘estável’, depois de um ano em terreno negativo.

“O Governo Regional dos Açores acolhe com satisfação a subida de perspetiva – de negativa para estável – da notação da DBRS para a Região Autónoma dos Açores”, afirmou o secretário Regional das Finanças, Planeamento e Administração Pública, Duarte Freitas, em reação à notícia desta sexta-feira.

Os títulos de dívida pública açorianos mantém-se em BBB (baixo), um nível acima do lixo especulativo, e goza agora de uma perspetiva ‘estável’, uma melhoria em relação às perspetivas ‘negativas’ antes estimadas para a região.

“Esta tendência ascendente é resultado, sobretudo, do processo de reestruturação da SATA, aprovado pela Comissão Europeia em junho, que, consequentemente, reduzirá os potenciais riscos financeiros da Região a curto e médio prazo”, continuou o representante do Governo Regional, lembrando um dos fatores destacados pela DBRS aquando da pioria de perspetivas para a Região e, agora, no retorno à estabilidade.

A agência canadiana havia sublinhado o peso de empresas públicas, especialmente a SATA, mas também outras com prejuízos recorrentes, na saúde financeira da região. Da mesma forma, houve agora o reconhecimento de que, após o melhor semestre da história da companhia aérea, as expectativas para as finanças públicas açorianas são mais favoráveis.

rating da Região Autónoma beneficiou ainda da melhoria da notação da dívida pública da República, que havia sido anunciada na semana anterior. A DBRS avalia agora a dívida portuguesa como A (baixo), com perspetiva estável, empurrando para cima as perspetivas das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, que também passou a ser vista como tendo um outlook positivo.

Relacionadas

DBRS melhora tendência do ‘rating’ dos Açores para estável

A DBRS Morningstar referiu que a alteração das tendências dos ‘ratings’ para estável é suportada pelo ‘upgrade’ de Portugal (A (baixo), estável) em 26 de agosto de 2022.

DBRS sobe rating de Portugal para “A” e Outlook passa para “estável”. Medina elogia

A agência de notação financeira DBRS melhorou esta sexta-feira o ‘rating’ que atribui ao risco da dívida da República Portuguesa para A (low). “Este é um marco para a avaliação da dívida pública aos olhos dos investidores e mais um importante sinal de confiança internacional em Portugal”, afirma o Ministro das Finanças.

DBRS coloca rating da Madeira em BB e melhora perspetiva para positiva

A DBRS diz que a melhoria da perspetiva da Madeira está ligada à subida que existiu no rating de Portugal a 26 de agosto, e o facto da Madeira estar a dar sinais de desalavancagem foi também um factor para a subida da perspetiva da região autónoma.
Recomendadas

Juros da dívida sobem a dois, cinco e dez anos para máximos de mais de cinco anos

Às 08:40 em Lisboa, os juros a dez anos avançavam para 3,105%, um máximo desde agosto de 2017, contra 3,062% na sexta-feira.

Rentabilidade da dívida europeia sobe após eleições em Itália

De acordo com dados de mercado recolhidos pela agência espanhola Efe, às 08:15, o título alemão a dez anos, considerado o mais seguro da Europa, também subia 3%, para 2,087%.

António Saraiva: “O ministro da Economia talvez tenha sido um pouco extemporâneo”. Ouça o podcast “Discurso Direto”

Discurso Direto é um podcast do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto.
Comentários