PremiumGoverno Regional quer manter ‘vistos gold’ para atrair investimento

O executivo madeirense quer manter ‘vistos gold’ e calcula que geraram um mínimo de 15 milhões de euros, para além de facilitarem a atração de investimento para a região.

As Autorizações de Residência para Investimento (ARI) ou ‘vistos gold’ têm sido uma ferramenta utilizada pela Madeira para atração de investimento. O executivo madeirense diz que já existiram 30 autorizações, para este tipo de vistos, que representaram no mínimo um investimento de 15 milhões de euros.

Especialistas ouvidos pelo Económico Madeira dizem que esta ferramenta traz ganhos para a economia. Contudo o programa pode estar em vias de levar com “sentença de morte” depois do primeiro-ministro ter anunciado, em novembro, a possibilidade de acabar com os ‘vistos gold’.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 2 de dezembro.

Recomendadas

PremiumPatrões querem que todas as despesas de teletrabalho fiquem isentas de IRS

Governo estuda fixar um valor até ao qual as despesas de teletrabalho estão livres de IRS. Patrões consideram positivo, mas avisam: ideal seria todos os pagamentos estarem isentos.

PremiumTaxa dos sacos de plásticos rende 2,1 milhões em sete anos

Receita arrecadada com a contribuição sobre os sacos de plástico leves nunca chegou sequer perto da estimativa do Governo. Retalhistas mudaram gramagem dos sacos, escapando à tributação.

PremiumSem alternativas ao plástico, retalho recusa fim dos sacos ultraleves

A partir de junho, está proibida a disponibilização de sacos de plástico ultraleves para embalamento ou transporte de pão, frutas e legumes. A APED contesta-o, frisando que não há alternativas adequadas.
Comentários