Governo Regional vai gastar 7.3 milhões de euros na ligação Vasco Gil – Fundoa à Cota 500

esta verba diz respeito a verbas relativas a trabalhos executados, e por executar, que não estão incluídos nos acordos de regularização de dívida.

Uma portaria do Governo Regional estabelece um gasto de 7.3 milhões de euros, distribuídos entre 2018 e 2019, na ligação Vasco Gil – Fundoa à cota 500, relativos a trabalhos executados, e por executar, que não estão incluídos nos acordos de regularização de dívida.

Esta portaria publicada na última terça-feira menciona os acordos de dívida alcançados em 2015, entre o Governo Regional e a Somague, em maio de 2015, e entre o executivo e a Mota-Engil, em janeiro de 2015. No total estão em causa verbas, de acordo com essas portarias de 2015, no valor de 86.6 milhões de euros.

É de salientar que a portaria publicada na terça-feira refere que os encargos orçamentais de 13 milhões de euros que não estão expressos relativos “a trabalhos e revisões de preços já executados” estão incluídos no acordo de regularização de dívida de maio de 2015, relativos à Somague, para o ano de 2015.

A isto acresce também os encargos orçamentais de 5.2 milhões de euros relativos a “trabalhos e revisões de preços já executados” estão também incluídos na portaria de janeiro de 2015, relativos à Mota-Engil, para o ano de 2015, esclarece a portaria publicada na última terça-feira.

A portaria da última terça-feira relativa à ligação Vasco Gil – Fundoa à Cota 500 tem um custo fixado em 16.7 milhões de euros.

Relacionadas

“Os Horários do Funchal vão continuar a ser uma empresa pública”, defende Albuquerque

O governante realçou que é contra a privatização de setores estratégicos e anunciou um aumento de 1,5% nos ordenados dos trabalhadores dos Horários do Funchal e da Empresa de São Gonçalo.

Governo Regional autoriza 111 mil euros para melhorar operações de emergência e socorro

O executivo regional assinou acordos de cooperação com os municípios do Funchal, Santa Cruz e Machico e fez contratos-programa com as Associações Humanitária de Bombeiros Voluntários da Região e com a delegação da Madeira da Cruz Vermelha.

Governo Regional atribui 252 mil euros para programa de emergência alimentar

Este programa pretende garantir às famílias de baixos rendimento o acesso a refeições gratuitas e prevê também a comparticipação na aquisição de géneros alimentares.
Recomendadas

O excesso de peso da mochila pode ser prejudicial à saúde do seu filho

É importante redobrar os cuidados e repensar nos materiais a levar para a escola, já que a mochila com peso tem um forte impacto na postura da criança.

Madeira: ACIF participa na quinta reunião transnacional do projeto BLUE-TEC

O projeto visa promover o crescimento inteligente do turismo náutico e costeiro da Macaronésia.

PSD/Açores disponível para novo modelo de financiamento dos bombeiros

O deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.
Comentários