Governo regulariza com bombeiros as despesas do combate aos incêndios de 2016

O Ministério da Administração Interna (MAI) anunciou que estão regularizadas todas as despesas extraordinárias do combate aos incêndios florestais do verão deste ano, no valor de 11,2 milhões de euros.

Fonte do Ministério da Administração Interna disse à agência Lusa que todas as despesas extraordinárias relativas ao dispositivo de combate a incêndios do verão de 2016 foram pagas ao longo desta semana às associações humanitárias de bombeiros voluntários.

Segundo o MAI, este pagamento inclui a reparação de viaturas, reposição de carros novos, alimentação, despesas de material danificado e salários perdidos (bombeiros que foram dispensados dos empregos para combater incêndios).

Recomendadas

Cenário económico não anula metas de descarbonização

O cenário de uma possível recessão, associada à já frágil conjuntura macroeconómica, não assusta o sector, que diz estar “bem mais preparado” do que em 2008. As fragilidades herdades da pandemia persistem, mas importa não perder o foco das metas estabelecidas.

PremiumMudar o sector alimentar para atingir metas de carbono zero

Mesmo que todas as emissões nocivas fossem imediatamente interrompidas, as emissões do sistema alimentar global seriam suficientes para elevar o limite de subida da temperatura global em 1,5°C graus.

Projetos de transição vão sofrer com efeitos da crise

Os processos de transição climática em curso já estão a sofrer soluços no atual cenário macroeconómico e há lições a tirar. “Tudo vai custar muito mais do que se pensava”, garante o CEO da Madoqua Renewables ao Jornal Económico.
Comentários