PremiumGoverno vai mudar lei laboral sem ter conseguido acordo dos parceiros sociais

A Agenda do Trabalho Digno não mereceu acordo dos parceiros sociais, mas Governo vai avançar as mudanças à lei laboral.

O Governo está a contar aprovar em Conselho de Ministros a Agenda do Trabalho Digno já em junho, ainda que esse pacote de alterações à lei laboral não tenha merecido acordo dos parceiros sociais.

A expectativa foi revelada pela ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, à saída da reunião de Concertação Social que pôs o ponto final na negociação com os sindicatos e os patrões.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Eficiência energética na linha da frente para reduzir dependência de Putin

Governo e empresas analisam o atual momento da eficiência energética. Defendem que chegou a altura de Portugal e a Europa acelerarem para desligar a ficha de Moscovo e do regime de Vladimir Putin. Sector energético português está comprometido com metas.

Wimbledon: João Sousa e o australiano Jordan Thompson afastados em pares

O tenista português João Sousa e o australiano Jordan Thompson foram hoje eliminados na segunda ronda de pares de Wimbledon.

Itália alerta para subida de preço da energia por fecho do Nord Stream

O ministro da Transição Ecológica italiano, Roberto Cingolani, alertou hoje que se espera um novo aumento do preço da energia em Itália depois de a Rússia anunciar o fecho do gasoduto Nord Stream para manutenção, adiantou a EFE.
Comentários