Grande parte de França em alerta devido à seca prolongada

Um total de 86 dos 95 departamentos das regiões metropolitanas francesas estão este fim de semana sujeitos a algum tipo de alerta sobre o uso de água, de acordo com a rede de vigilância do país, que depende do Ministério da Transição Ecológica, adiantou a agência EFE.

Grande parte de França está a ser afetada por uma situação de seca prolongada e por sucessivas ondas de calor, que já obrigaram a restrições do consumo de água em várias regiões do país.

Um total de 86 dos 95 departamentos das regiões metropolitanas francesas estão este fim de semana sujeitos a algum tipo de alerta sobre o uso de água, de acordo com a rede de vigilância do país, que depende do Ministério da Transição Ecológica, adiantou a agência EFE.

De acordo com os dados oficiais, o nível de alerta mais grave, o da crise, foi declarado em 34 departamentos, principalmente no oeste, centro e sudeste do país, enquanto outros 37 estão no segundo nível de alerta reforçado.

Em todos estes departamentos existe algum tipo de restrição ao consumo doméstico, urbano, agrícola ou industrial e algumas cidades do interior devem ser abastecidas por camiões-cisterna para o consumo da população.

A França sofre hoje e segunda-feira uma nova onda de calor, centrada no sudeste do país, temperaturas extremas que se têm repetido e agravado a situação de falta de chuva nas últimas semanas.

A primeira quinzena de julho foi o período mais seco do país, segundo a agência Meteo France, uma situação que também tem contribuído para vários incêndios florestais de considerável dimensão que ocorreram este mês.

Recomendadas

Fogo no Marão com duas frentes em zona de difíceis acessos

O incêndio que lavra desde a noite de sábado na serra do Marão tem duas frentes ativas em zonas de “difíceis acessos”, mas não ameaça populações.

Governo anuncia investimento de 4,2 milhões no SIRESP para assegurar comunicações satélite

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, anunciou este sábado, 13 de agosto, em comunicado, investimento em equipamentos de redundância para assegurar as comunicações via satélite em caso de falha dos circuitos terrestres.

“Uma tragédia do ponto de vista do ambiente”. Incêndio da Serra da Estrela é o mais extenso desde Pedrógão Grande

O fogo foi dado como dominado este sábado, 13 de agosto, e passível de ser extinto dentro dois dias. Provocou pelo menos cinco feridos e consumiu três casas de primeira habitação, algumas casas devolutas e palheiros.
Comentários