Greenvolt e Energias de Portugal lideram perdas na Bolsa de Lisboa

A Bolsa de Lisboa está a meio da sessão no ‘vermelho’. A Greenvolt desce 6,78%, para os 6,74 euros e a EDP desvaloriza 1,09%.

A Bolsa de Lisboa (PSI) está a meio da sessão no ‘vermelho’, com uma desvalorização de 0,22%, para 6.066,20 pontos.

A maior quebra vai para a Greenvolt, que desce 6,78%, para os 6,74 euros. A empresa apresenta esta terça-feira, os seus resultados após o fecho da sessão.

Em quebra está também a EDP, que cai 1,09%, para os 4,64 euros, e pela Galp, que desce 1,11%, para os 11,19 euros.

Nos ganhos destaca-se a Jerónimo Martins, que sobe +2,03% para 19,11 euros, seguida da Sonae, que está a valorizar 1,34% para os 1,0550 euros.

O analista Ramiro Loureiro, do Millennium Investment Banking destaca o recuo da Greenvolt, ocorrida “na véspera de chegada das ações que a Altri distribui pelos acionistas da posição que detinha na empresa de renováveis.” O facto dos acionistas receberem um número de ações da Greenvolt descontado da fiscalidade, pelo que é “natural que, para liquidar o imposto, a Altri possa colocar em mercado as ações correspondentes à mesma”.

Nas bolsas europeias a tendência é igualmente de descida, com o índice francês liderar as perdas.

O DAX (Alemanha) desvaloriza 0,79%, o FTSE 100 (Reino Unido) desce 0,17%, o CAC 40 (França) quebra 0,83%, e o IBEX 35 (Espanha) desce 0,15%.

O Millennium Investment Banking aponta para “ventos desfavoráveis em várias frentes” nas bolsas europeiras, pelo que “os dados preliminares apontaram para um abrandamento do ritmo de expansão na atividade industrial e nos serviços da Zona Euro em maio.”

A análise da XTB aponta para “a fraca sessão asiática esta madrugada” como factor que levou à quebra nas bolsas europeias. “No entanto, os principais índices europeus conseguiram reagir em alta perto dos mínimos diários e parte das quedas já foram recuperadas”.

Recomendadas

PremiumBitcoin sob pressão com receios sobre economia mundial

As criptomoedas estão a recuperar após fortes quedas, mas os analistas alertam que o movimento pode não ter sustentação.

Wall Street encerra sessão com índices a ganhar mais de 2,50%

Os mercados financeiros têm estado agitados, mas recuperaram e encerraram a semana a negociar no verde.

Bruxelas quer emitir 50 mil milhões de euros em obrigações para financiar NextGenerationEU

Bruxelas anunciou o programa de financiamento para entre julho e dezembro.
Comentários