Grupo Becri investe 3 milhões de euros na compra da Gubec i&d in Textiles

Grupo têxtil com um volume de negócios de mais de 45 milhões de euros junta mais uma empresa ao seu portefólio, destinada em exclusivo às exportações.

O Grupo Becri vai investir mais de três milhões de euros na aquisição e expansão de uma unidade industrial: a Gubec i&d in Textiles – empresa que neste momento emprega mais de 70 pessoas. Os planos de expansão passam por aumentar o contingente de recursos humanos em mais 30 a 50 trabalhadores e a aposta na internacionalização: a produção da unidade será exclusivamente destinada à exportação, com objetivos de faturação a rondar os 13 a 15 milhões de euros.

A Gubec i&d in Textiles prepara-se também para avançar com obras de remodelação das instalações, reorganizando a disposição dos diversos setores (corte, acabamento, embalamento e exportação) e a criação de uma ampla área social, facultando melhores condições aos seus colaboradores.

“As nossas empresas são pessoas. Por isso, é política da empresa, canalizar a maximização dos investimentos para a própria empresa, para os trabalhadores e para a comunidade envolvente”, referiu Rui Costa, CEO da Gubec i&d in Textiles, em comunicado.

O investimento dá-se no município de Esposende, que definiu “fatores estratégicos e de estímulo à instalação de empresas, plasmadas no regulamento de concessão de incentivos ao investimento, que se traduzem na redução e isenção de taxas e concessão de benefícios fiscais, assegurando aos investidores e empreendedores a oportunidade para a concretização dos seus negócios no concelho”, segundo avança fonte da autarquia.

O Grupo Becri, com um volume de negócios superior a 45 milhões de euros, emprega mais de 400 trabalhadores diretos e cerca de dois mil indiretos. O grupo foi fundado em 1983.

Recomendadas

Networkme recebe um milhão de euros para expandir negócio na Península Ibérica

O financiamento foi liderado pela sociedade de capital de risco Big Sur Ventures, que conta com a participação do banco espanhol Bankinter, através da Fundação Inovação Bankinter.

UNITA quer esclarecimentos do Governo sobre greve dos pilotos da TAAG

O sindicato dos pilotos da companhia aérea de bandeira de Angola convocou uma greve entre os dias 7 (amanhã) e 16 de outubro.

Consórcio confirma existência de petróleo em São Tomé e Príncipe

O consórcio é composto pela Galp STP (operador) com 45% de interesses participativos, Shell STP com 45%, e a ANP–STP, em representação do Estado são-tomense, com 10% de interesses participativos.
Comentários