Grupo da APW Portugal continua processo de expansão na Europa e já soma mais de 20 países

A APW Portugal, pertencente à Radius Global Infrastructure, tem como principal modelo de negócio a aquisição e gestão de contratos de arrendamento de torres e antenas de telecomunicações e regista crescimento constante ano após ano.

 

A empresa criada em 2010 na California, nos Estados Unidos, sob o nome de AP Wireless Infrastructure Partners, hoje atua em mais de 20 países e regista 10 anos de crescimento consecutivo. Em fevereiro de 2020, a empresa atingiu um grande marco na sua história ao reunir o capital para ser negociada na Bolsa de Valores de Londres (Landscape Acquisition Holdings Limited), onde alguns meses depois e para garantir a possibilidade de expansão, migrou para a Bolsa de Valores dos Estados Unidos (Nasdaq), sob o nome Radius Global Infrastructure (RADI).

O comprovado crescimento e promissor desenvolvimento da empresa podem ser observados através da valorização do preço das ações do grupo desde que começaram a ser negociadas. A empresa atualmente vale já mais de mil milhões de euros, com receitas anuais acima dos 100 milhões de dólares.

Fonte: Nasdaq.com

Perante o crescimento constante e estabilidade das suas operações, a empresa continua a investir no desenvolvimento do portfólio, em novas linhas de negócio e na expansão para novas jurisdições. Com grande perspectiva de crescimento em países como Espanha, França e Reino Unido, o grupo fortalece ainda mais a sua presença na Europa, através de países-chave, como é o caso de Portugal.

Grande parte do sucesso do grupo é devido a uma eficiente estrutura organizacional internacional, que permite que as operações estejam de acordo com as legislações locais, regulamentações e aspetos culturais de cada país em que opera.

Outro grande diferencial está na forma como a APW Portugal conduz as suas atividades e negociações, focada em entender a pessoa ou entidade que está por detrás de cada contrato de arrendamento analisado.

Assim como outras empresas do Grupo, a APW Portugal oferece aos proprietários de contratos de arrendamento de antenas de telecomunicações soluções customizadas e inovadoras que têm em consideração as necessidades de cada um.

O modelo de negócio tem como objetivo proporcionar aos seus clientes a possibilidade de capitalizarem as futuras e não garantidas receitas dos seus contratos de arrendamento de torres e antenas de telecomunicações, possibilitando uma maior segurança e controlo sobre o capital, além de ter acesso a uma gestão profissionalizada do contrato de arrendamento e participando de forma direta dos benefícios.

Mais do que a aquisição de mais um contrato, a APW Portugal estabelece uma parceria de longo prazo com os proprietários com os quais fecha o negócio.

 

O processo de investimento com a APW Portugal não se limita apenas ao processo de negociação. Com grande conhecimento e experiência com o mercado de telecomunicações no âmbito local e global, a APW Portugal auxilia os seus clientes através de uma consultoria profissionalizada e individual, para assim esclarecer dúvidas e informar sobre as movimentações do mercado que possam impactar diretamente os contratos de arrendamentos e consequentemente as rendas associadas a estes.

Com a evolução da tecnologia e a competitividade no sector é fundamental que os proprietários estejam informados sobre a dinâmica da indústria de telecomunicações local, para que possam tomar decisões de forma consciente a respeito dos seus contratos de arrendamento.

A empresa coloca-se à disposição de todos os que tenham um contrato de arrendamento de torres e antenas de telecomunicação e que queiram saber mais sobre a indústria de telecomunicações local ou sobre o seu modo de negócio, seja através de e-mail ou contacto telefónico.

 

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a APW Portugal.

Recomendadas

“Somos reconhecidos como um país produtor com qualidade e excelência”

Deolinda Silva, Diretora Executiva da Portugal Foods diz que o sector agroalimentar português deve apostar na qualidade dos seus produtos para se afirmar internacionalmente.

i4.0 – Lead the Digital Transformation: dois anos de trabalho que chegam ao fim

A INOVA-RIA, a SANJOTEC e a Associação FRAUNHOFER Portugal Research, cientes das suas responsabilidades no tema da indústria 4.0 e transformação digital, promoveram, ao longo dos últimos dois anos, o projeto i4.0 – Lead the Digital Transformation.

A chave de uma cultura orientada para os dados

Os dados e a análise nunca foram tão críticos para a resiliência digital e a sobrevivência dos negócios como hoje. Mais do que a entrega de dados e análises aos utilizadores, há que transmitir conhecimentos acionáveis para conduzir a tomada de decisões, automatizar processos de forma eficiente e colaborar eficazmente.
Comentários