Grupo da transportadora aérea Sevenair aumenta receitas devido aos cursos de piloto

A Sevenair Academy viu o EBITDA fixar-se ligeiramente acima dos 2 milhões de euros no ano passado.

O grupo português Sevenair, do qual faz parte a operadora aérea, anunciou esta segunda-feira que teve um crescimento de 37% no volume de negócios e um aumento do EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 263% em 2021, em comparação com o primeiro ano da pandemia, que paralisou o sector.

Para Alexandre Alves, administrador da empresa, o ano passado ainda foi de pandemia, o que “afetou toda a economia e em particular o sector da aviação e, nesse sentido, é com muito orgulho que vemos estes resultados, fruto do esforço contínuo de todos aqueles que integram as empresas do grupo e que fazem parte da família Sevenair”.

A impulsionar os resultados financeiros do último exercício esteve a retoma da procura turística e a subsidiária Sevenair Academy, subsidiária dedicada à formação aeronáutica (com especial enfoque nos cursos de piloto), cujo EBITDA se fixou ligeiramente acima dos 2 milhões de euros – mais precisamente 2.028.000 euros.

“Estes resultados deixam-nos muito confiantes nos projetos futuros e de que temos feito um caminho na sua essência correto”, começa por dizer Alexandre Alves, em comunicado divulgado aos meios de comunicação social. “Acreditamos que também sejam um sinal muito positivo para aqueles que nos procuram para prestar serviços, seja de trabalho aéreo, seja de manutenção ou de formação aeronáutica, pois podem verificar a capacidade e solidez do grupo após 34 anos de atividade”, sublinha o gestor.

A Sevenair, especializada em voos regionais, está fazer a ligações aéreas entre as ilhas de São Tomé e do Príncipe e já operou na Madeira, nos Açores, em Guernsey, Cabo Verde, Estónia, Marrocos, Argélia, entre outros países europeus e africanos.

Recomendadas

Grupo Stellantis e DST Solar nas Agendas Mobilizadoras

A inovação verde para a indústria automóvel passa pelas Agendas Mobilizadoras. O ISQ&CTAG irá investir 6,2 milhões de euros.

TAAG recebe aviso de greve dos pilotos com início a 7 de outubro

O Sindicato de Pilotos de Linha Aérea (SPLA) decretou uma greve a partir de 7 de outubro, tendo já sido enviado o aviso de greve à TAAG – Linhas Aéreas de Angola na sexta-feira, anunciou este sábado a companhia aérea angolana.

Infraestruturas de Portugal registou lucro de 32,4 milhões no primeiro semestre

Este valor significa uma recuperação de 71,3 milhões de euros em comparação com os prejuízos de 38,9 milhões de euros verificados no mesmo período de 2021.
Comentários