Grupo de direitos das mulheres apela à FIFA que exclua Irão do Campeonato do Mundo

“Por que a FIFA daria ao Estado iraniano e aos seus representantes um palco global, enquanto não apenas se recusa a respeitar os direitos humanos e dignidades básicos, mas atualmente está a torturar e matar o seu próprio povo?”, questionam na carta enviada ao representante do organismo.

O grupo de direitos humanos Open Stadiums apelou esta quinta-feira à FIFA que exclua o Irão do Campeonato do Mundo no Catar em novembro por causa do tratamento dado às mulheres pelo país, segundo a “Reuters”.

Numa carta enviada ao presidente da Fifa, Gianni Infantino, a organização disse que as autoridades iranianas continuam a recusar-se a permitir que as adeptas tenham acesso aos jogos dentro do país.

“A federação iraniana não é apenas cúmplice dos crimes do regime. É uma ameaça direta à segurança das adeptas no Irão e onde quer que a nossa seleção jogue no mundo. O futebol deve ser um espaço seguro para todos nós”, lê-se no documento.

Por isso, “é com o coração extremamente pesado que temos que levantar a nossa mais profunda preocupação com a participação do Irão no próximo Campeonato do Mundo da FIFA”, afirmam. “Por que a FIFA daria ao Estado iraniano e aos seus representantes um palco global, enquanto não apenas se recusa a respeitar os direitos humanos e dignidades básicos, mas atualmente está a torturar e matar o seu próprio povo?

“Pedimos então à FIFA, com base nos artigos 3 e 4 dos seus estatutos, que expulse imediatamente o Irão do Campeonato do Mundo de 2022 no Catar.”

Os artigos citados cobrem as questões de direitos humanos e não discriminação com base no género, raça, religião e outros assuntos, com violações puníveis com suspensão ou expulsão da FIFA.

Recomendadas

Mundial2022: Qatar condena campanha “infundada” em resposta a críticas do PE

O Qatar condenou a resolução adotada na semana passada pelo Parlamento Europeu (PE) criticando a sua escolha como sede do Mundial de futebol em curso e denunciou uma campanha “infundada” assente em “acusações falsas e informação enganosa”.

Portugal rumo aos oitavos com Bruno Fernandes em dose dupla

Dois golos na segunda parte bastaram para que a Seleção portuguesa se apurasse para a fase a eliminar deste Mundial.

“Hat Trick” no “Jogo Económico”.10 mil milhões de dólares: FIFA espera receitas nunca vistas para 2026

Veja a análise aos números da semana na rubrica do programa da plataforma multimédia JE TV.
Comentários