Grupo francês investe mais de 30 milhões de euros em resort de luxo na Comporta

O projeto “La Réserve” Natural Resort & Spa, do grupo Terrésens encontram-se em fase de construção, com conclusão prevista para os apartamentos no verão de 2021, townhouses na primeira fase do verão de 2022 e villas no quarto trimestre de 2022.

O Grupo Terrésens, de origem francesa, vai investir mais de 30 milhões de euros no projeto “La Réserve” Natural Resort & Spa, que ficará localizado na Comporta.

A construção da unidade turística de luxo já arrancou, estando a sua conclusão prevista para os apartamentos no verão de 2021, townhouses na primeira fase do verão de 2022 e villas no quarto trimestre de 2022.

“Cerca de 60% das propriedades englobadas no La Réserve já se encontram pré-reservadas para aquisição. A mais de um ano da conclusão dos primeiros apartamentos, isto deixa-nos extremamente satisfeitos. É muito oportuno estarmos a desenvolver este projeto num país como Portugal e num local tão distinto e apelativo como a Comporta”, refere, Sabine Fossat, gerente responsável do Grupo Terreséns em Portugal.

O La Réserve possui um espaço de 10 hectares e terá à disposição três tipos de propriedades: apartamentos, vilas e moradias de luxo, num total de 162 preparados e equipados. As tipologias consistirão em 56 apartamentos T2, 82 vilas que vão de T2 até T4 e 24 moradias de luxo T4 e T5.

Recomendadas

JLL vende projeto para a construção de 514 novos apartamentos em Almada

O empreendimento está localizado no Feijó, na margem sul do Tejo, e tem uma capacidade de construção próxima de 51 mil metros quadrados, informa a própria JLL em comunicado.

Lisboa ultrapassa Madrid, Barcelona e Milão como cidade mais cara do sul da Europa (com áudio)

Em agosto de 2022, Lisboa apresentou um preço médio venda de 4.817 euros por metro quadrado, tendo registado o maior aumento, na casa dos 5,4%.

Americanos ultrapassam brasileiros e são os que mais procuram casa em Portugal

A procura internacional por casas em Portugal cresceu 29% no terceiro trimestre deste ano face ao período homólogo do ano passado. Procura de norte-americanos, no mesmo período, disparou quase 1000%.
Comentários