Grupo H&M vê subir as vendas para 5,1 mil milhões de euros no segundo trimestre

O grupo sueco reporta em comunicado apenas que “as vendas líquidas em moedas locais aumentaram 12% no segundo trimestre de 2022, em comparação com o período correspondente do ano passado”.

Esta manhã o Grupo H&M revelou o relatório dos resultados económicos do segundo trimestre do ano que decorre de 1 de março 2022 a 31 de maio 2022.

O grupo sueco reporta em comunicado apenas que “as vendas líquidas em moedas locais aumentaram 12% no segundo trimestre de 2022, em comparação com o período correspondente do ano passado”.

Convertidas para coroas suecas as vendas líquidas de todo o grupo aumentaram face ao período homólogo do ano anterior 17% para 54.504 milhões de coroas suecas (5.126 milhões de euros).

“O valor é provisório e pode divergir ligeiramente do relatório semestral, que abrange o período de 1 de dezembro de 2021 a 31 de maio de 2022, que será publicado em 29 de junho de 2022”, diz a H&M.

Recomendadas

SATA prevê saída de 150 trabalhadores até final de 2023 através de rescisões negociadas

Cerca de 100 trabalhadores já saíram da companhia aérea açoriana SATA desde que foi lançado o primeiro programa de rescisões, em 2020.

Empresas TVDE criaram mais de sete mil empregos em seis anos

Entre 2013, ano anterior ao lançamento da operação da Uber em Portugal, e 2019, o número de empresas no sector (plataformas de transportes de passageiros) cresceu 71%.

Há 45 anos foi vendida a primeira Coca-Cola em Portugal

Foi a 4 de julho de 1977, num café na Baixa de Lisboa. “Não só faz parte da história do país como contribui ativamente para a economia nacional. Por cada euro que é gasto em Coca-Cola, 81 cêntimos permanecem em Portugal”, diz Rui Serpa, diretor em Portugal da Coca-Cola Europacific Partners.
Comentários