Guaidó acusa Maduro de tentar transferir mais de mil milhões de dólares para o Uruguai

Guaidó fez um “apelo ao Uruguai” para que “não se preste a que roubem parte do dinheiro” da Venezuela.

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, denunciou hoje que o Presidente Nicolás Maduro terá tentado transferir 1,2 mil milhões de dólares (1,05 mil milhões de euros) para o Uruguai.

“Estão (o Governo venezuelano) a tentar transferir o dinheiro de uma das contas do BANDES (Bando de Desenvolvimento Económico e Social da Venezuela) para o Uruguai”, disse aos jornalistas.

Por outro lado, Guaidó fez um “apelo ao Uruguai” para que “não se preste a que roubem parte do dinheiro” da Venezuela.

“Podemos estar a falar de entre 1.000 e 1.200 milhões de dólares (entre 877 milhões e 1,05 mil milhões de euros), que estariam tentando enviar para o BANDES Uruguai. Esta informação chega-nos de um círculo de altíssimos funcionários que neste momento estão a passar para o lado certo, o da Constituição”, afirmou.

“Para que não tenham dúvidas da importância que têm os ativos, isto é o que estão a fazer: querem roubar o ouro e roubar os fundos públicos, nada mais e nada menos o que deve ser sagrado para dar apoio à nossa gente”, frisou Juan Guaidó.

Recomendadas

Huawei foi excluída do 5G do Reino Unido devido a pressão americana, diz antigo ministro britânico

“Não teve nada a ver com segurança nacional”, afirma Vince Cable, citado pela Euractiv, contrariando os argumentos invocados por Boris Johnson quando em 220 baniu a empresa chinesa da construção da rede de 5G no país.

EUA, Japão e Chile emitem alertas de tsunami depois de erupção de vulcão no Pacífico

Um tsunami atingiu hoje, dia 15 de janeiro, a costa da ilha do Pacífico Sul de Tonga, após uma violenta erupção vulcânica.
esclerose múltipla

Vírus da mononucleose apontado como causa principal da esclerose múltipla

Estudo da Universidade de Harvard demonstra que contrair o vírus Epstein-Barr aumenta drasticamente as hipóteses de uma pessoa desenvolver a doença rara.
Comentários