GuestReady entra no mercado espanhol liderada por equipa portuguesa (com áudio)

A gestora de arrendamentos de curto prazo entrou em Portugal no ano de 2018 e expande agora as suas operações para as cidades de Madrid e Valência, onde vai contar com os 100 colaboradores que atuam no território português.

Depois da entrada em Portugal no ano de 2018, a GuestReady chega agora a Espanha, onde será liderada por uma equipa portuguesa. Considerada líder mundial em gestão de arrendamento de curto prazo, a empresa suíça expandiu as suas operações para as cidades de Madrid e Valência.

Nesta nova etapa a GuestReady vai contar com os 100 colaboradores que atuam no território português. A liderar esta equipa vai estar Rui Silva, fundador e CEO da The Porto Concierge, a maior empresa de gestão de Airbnb em Portugal e que em março de 2021 foi adquirida pela GuestReady.

Atualmente a GuestReady conta com mais de 3.200 propriedades espalhadas pelas cerca de trinta cidades na Europa e no Médio Oriente onde marca presença e regista uma taxa de ocupação média de 78% e de mais de quatro noites por estadia.

“A entrada em Espanha acontece numa altura em que o mercado de alojamento não hoteleiro, como o aluguer de casas e apartamentos, triplicou o seu volume de negócios”, refere a empresa em comunicado.

Em junho a GuestReady geriu mais de 14 mil reservas a nível mundial e a taxa média de ocupação das propriedades de férias registadas na plataforma foi de cerca de 80%, sendo que os países da União Europeia representam atualmente 64% das reservas.

Rui Silva, Managing Director da GuestReady em Portugal e Espanha, explica que “no país vizinho, a procura por este tipo de propriedades tem aumentado: aliás, de acordo com dados do INE espanhol, correspondentes a abril, as dormidas em alojamentos turísticos não hoteleiros atingiram mais de 9,3 milhões, o que significa um aumento de 238,7% em comparação com os números de 2021. Espanha está à procura deste tipo de oferta e nós temos a solução mais diferenciadora para oferecer”.

Recomendadas

Venda de casas em Portugal desceu 8% no verão

Entre os meses de junho e agosto foram vendidas no país 37.900 casas, em comparação com as 41.310 habitações transacionadas no primeiro trimestre do ano.

Promotora imobiliária portuguesa coloca mais 102 apartamentos no mercado

A Solyd Property Developers arrancou a construção do ‘Terraces Mirear’ Bloco B, que se encontra integrado no projeto que está a ser desenvolvido em Miraflores, depois de no final do ano passado ter lançado o primeiro edifício, o ‘Terraces Mirear’ Bloco A.

Avaliação das casas desceu para os 1.414 euros por m2 em agosto

Este valor representa uma ligeira diminuição de três euros face ao mês anterior. A nível homólogo a taxa de variação situou-se nos 15,8%, em comparação com os 16,1% de julho.
Comentários