Guia de sobrevivência para um Réveillon sem dramas

A passagem de ano pode ser super-divertida, mas também apresenta algumas armadilhas. Veja aqui como chegar são e salvo a 2017.

Desde a simples procura de transporte para voltar a casa, até cair e precisar de tratar uma ferida… tudo pode acontecer naquela é a derradeira noite de diversão, a noite em que se esquece tudo de mau que aconteceu ao longo do ano (e que ano, este 2016) e se renovam as esperanças no que aí vem: a noite do Réveillon.

Este guia vai ajudá-lo a sobreviver a eventuais contratempos e entrar em 2017 sem dramas:

Deixe o carro em casa

Numa noite em que os espumantes (e outras bebidas) raramente falham, o melhor é deixar o carro em casa. Em Lisboa, o metro vai funcionar toda a noite de passagem de ano. No metro do Porto, apenas a linha violeta vai fechar à 01h00 da manhã de domingo. As restantes linhas vão estar a funcionar toda a noite de sábado e madrugada de domingo com um reforço da capacidade a partir das 17h00 do dia 31.

A CP – Comboios de Portugal vai também reforçar a oferta de comboios nas duas maiores cidades do país. Em Lisboa, as linhas de Sintra e de Cascais vão ter comboios especiais a circular durante toda a noite. Mas não falhe a hora, que é mesmo só um por hora. No Porto, os comboios especiais realizam-se em todas as linhas urbanas entre as 21h14 e as 23h50 para ir para a festa e entre as 01h45 e as 05h30, a pensar no regresso.

Pelo contrário, a Carris prevê, quiçá com algum otimismo, que haja menor procura e por isso algumas carreiras em Lisboa não vão funcionar, incluindo o elétrico 18E e os autocarros 797, 732, 756, 779, 712, 722, 738, 744 e 764. O melhor mesmo é confirmar antecipadamente o horário da carreira que pode precisar no site da Carris porque a empresa anunciou que podem haver alterações em todos os percursos.

Táxis vs Uber

Existe sempre a opção do táxi, mas na capital e na invicta, pelo menos, não costuma ser fácil apanhar um na noite do Réveillon. Se tiver o contacto daquele taxista de confiança que o safa sempre, ponha-o na carteira. Como alternativa, pode descarregar as aplicações da Uber e da Cabify que vão estar a funcionar com normalidade. Mas atenção que a primeira atualiza a tarifa conforme a procura, ou seja, pode ter que pagar bastante mais do que o habitual.

Se quiser mesmo, mesmo levar o carro, tenha atenção porque a polícia vai estar à espreita. A PSP não divulga os locais das operações de fiscalização para o fim-de-semana da passagem, mas pode ver aqui onde vão estar os radares nos últimos úteis de dezembro. Sabendo ou não onde vai estar a polícia, a melhor opção é sempre não beber se os transportes públicos não forem uma opção.

Se o espumante cair mal…

Estamos sempre sujeitos a contratempos, mas em alturas de festa as possibilidades são ainda maiores. No caso de precisar de um algum medicamento, há farmácias que vão estar de serviço, para além das que nunca fecham. Só no centro de Lisboa, há 11 farmácias abertas todo o dia e toda a noite e outras cinco do mesmo género no centro do Porto.

A lista completa das farmácias que vão estar abertas no fim-de-semana por todo o país pode ser vista aqui. Em todo o caso, mais vale prevenir e comprar antecipadamente o Gurosan para o dia a seguir. Já agora, fique com esta dica extra: deixe um copo de água (grande) ao lado da cama.

Não faltam opções

Se ainda não sabe bem o que fazer ou onde ir para festejar o início de 2017, até nisso o Jornal Económico pode ajudar. Espreite as melhores propostas em Lisboa e no Porto para entrar no novo ano com o pé direito.

E ainda um bónus

Esta também é uma informação extra: pode sair com o melhor outfit que parece que não vai chover na noite da passagem de ano. É melhor é levar o casaco.

Feliz ano novo!

Relacionadas

Está em Lisboa ou no Porto? As melhores propostas para entrar em 2017 com o pé direito

De restaurantes a hotéis, passando pelas melhores festas da cidade invicta e da capital portuguesa, fique a conhecer algumas sugestões para que possa receber 2017 da melhor maneira possível.

Passagem de ano será sem chuva mas com muito frio

A tarde do primeiro dia do ano pode fazer-se acompanhar por alguma precipitação. As temperaturas manter-se-ão agradáveis.

Metro de Lisboa não fecha na noite de passagem de ano

O Metropolitano de Lisboa (ML) anunciou hoje o reforço do serviço de transporte na noite de passagem de ano, “para criar maior comodidade e conforto” a quem se desloca na capital.
Recomendadas

PremiumAlbano Jerónimo: “Existe uma falta de empatia por parte do poder. A cultura é o parente pobre”

Acaba de chegar às salas de cinema o filme “Restos do vento”, realizado por Tiago Guedes e protagonizado por Albano Jerónimo. Este ano, o ator, que corre célere a via do sucesso com muito empenho como combustível, irá ainda figurar na série “El Presidente”, a estrear em breve na Amazon Prime, no filme “The Nothingness Club”, de Edgar Pêra, no qual é Álvaro de Campos, e ainda na longa-metragem “O Pior Homem de Londres”, rodada em inglês e dirigida por Rodrigo Areias.

Waking Life. Uma simbiose entre um festival de arte e música e um projeto de regeneração de terras alentejanas

A edição deste ano do festival colaborativo, que se realizou no Crato no final de agosto, reuniu cerca de 8.000 pessoas de mais de cem países. Associação Waking Life assumiu compromisso de atingir a “negatividade carbónica” até 2027 ao assinar o protocolo Net Zero Carbon Events, alinhado com os objetivos de emissões de carbono estabelecidos pelo Pacto Ecológico Europeu e o Acordo de Paris da ONU.

PremiumPintura e performance incríveis

Harley-Davidson lançou a Low Rider El Diablo, o mais recente modelo do seu programa de edições limitadas – Icons Collection. Num aceno ao estilo custom american west coast, a Low Rider El Diablo combina performance e versatilidade sport-touring com um impressionante esquema de pintura aplicado à mão e o poder sonoro do Harley-Davidson audio powered by rockford fosgate.
Comentários