Guiné-Bissau/Eleições: Urnas encerradas, Comissão Eleitoral regista “pequenos incidentes que a polícia resolveu”

O presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau disse à Lusa que as urnas encerraram às 17:00 locais (mesma hora em Lisboa), na segunda volta das presidenciais, tendo ocorrido “pequenos incidentes que a polícia resolveu”.

José Pedro Sambu afirmou que “de modo global, o processo decorreu tranquilamente” em todo o território da Guiné-Bissau.

O também juiz do Supremo Tribunal de Justiça referiu que ao longo do dia foram referenciados “alguns pequenos incidentes”, mas que na realidade não correspondem à realidade, após as averiguações dos serviços competentes.

Disse, por exemplo, que circularam rumores de que existiriam boletins falsos na região norte do país, mas que a polícia desmentiu após as averiguações.

José Pedro Sambu confirmou ter sido informado pela polícia da detenção de uma pessoa, em Bissau, na posse de um computador, com o qual, alegadamente, estaria a “tentar fabricar boletins de voto”.

“Mas, são situações que foram tratadas ao nível da polícia”, observou José Pedro Sambu.

A CNE, através da sua porta-voz, a juíza Felisberta Vaz, deve proceder a um balanço de todo o processo de votação para a escolha do novo Presidente guineense, às 18:00.

Mais de 760.000 guineenses são hoje chamados às urnas para escolherem o próximo Presidente da Guiné-Bissau entre Domingos Simões Pereira, candidato do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), e Umaro Sissoco Embaló, candidato do Movimento para a Alternância Democrática (Madem-G15).

Relacionadas

Guiné-Bissau/Eleições: Umaro Sissoco Embaló acredita que vai vencer, mas se perder aceita resultados

O candidato à segunda volta das presidenciais da Guiné-Bissau Umaro Sissoco Embaló disse este domingo acreditar que vai vencer as eleições, mas afirmou que, se for derrotado, irá aceitar os resultados.

Eleições na Guiné-Bissau: Sociedade civil fala em fraca afluência às urnas

O coordenador da célula, que agrupa várias organizações da sociedade civil guineense, receia que o número da abstenção possa superar o da primeira volta, que foi na ordem de 25%.

Eleições na Guiné-Bissau: Votação decorre de forma calma e mobilização dos eleitores é forte

Questionado sobre se havia dificuldades a assinalar, o chefe da missão de observação eleitoral da CEDEAO disse que não, o que é um “motivo de orgulho” para a organização e para a Guiné-Bissau.
Recomendadas

João Cotrim de Figueiredo no regresso do Clube dos Pensadores

Líder do Iniciativa Liberal está no Porto para o regresso do Clube dos Pensadores, um grupo de debate enraizado na sociedade civil por onde já passaram quase todos os líderes políticos nacionais.

Ministro da Saúde quer reinício das negociações com sindicatos ainda em outubro

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, disse hoje em Coimbra que o regresso às negociações com os sindicatos dos médicos e enfermeiros “de outubro não passará”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários