Gulbenkian lança 500 novas bolsas de mérito para alunos com baixos recursos e notas altas

Podem candidatar-se os alunos colocados no ensino superior, através do concurso nacional, com nota de entrada igual ou superior a 17 valores e rendimento familiar anual per capita até 12 mil euros. Candidaturas decorrem entre 1 e 24 de outubro.

A Fundação Calouste Gulbenkian cria bolsas de mérito para jovens candidatos ao ensino superior com elevada qualificação escolar e escassos recursos financeiros. O período de candidaturas decorre de 1 a 24 de outubro.

As novas Bolsas Gulbenkian Mérito reforçam os apoios atribuídos ao longo dos últimos anos a jovens de elevado potencial que se candidatam ao primeiro ano do ensino superior e que apresentam mais dificuldades económicas. O número de bolsas passará, assim, das 85 atribuídas em 2021/22 para 500 novas bolsas este ano letivo, o que representa um aumento quase seis vezes superior face ao ano anterior.

Em comunicado, a Fundação revela que realizará uma despesa anual de um milhão de euros com estas bolsas e que a renovação das mesmas durante todo o percurso académico dos estudantes corresponderá a um apoio de cinco milhões de euros.

Podem candidatar-se os alunos que tenham sido colocados num estabelecimento de ensino superior, através do concurso nacional de acesso, com nota de entrada igual ou superior a 17 valores, rendimento familiar anual per capita até 12 mil euros e que apresentem comprovativo de candidatura à bolsa de ação social da Direção Geral do Ensino Superior (DGES).

O valor anual da bolsa a atribuir será de dois mil euros para todos os alunos selecionados, que será reforçado com um valor adicional único de dois mil euros, caso o aluno frequente um semestre numa universidade no estrangeiro, no âmbito de um programa de mobilidade internacional.

“Este apoio suplementar permitirá aos estudantes o acesso a uma experiência relevante e enriquecedora para o seu percurso pessoal e de formação, que na maior parte dos casos não chega a realizar-se por falta de meios financeiros”, destaca a Gulbenkian. Acrescenta a instituição que com as estas bolsas de mérito “procura continuar a potenciar o papel da educação e contribuir para uma maior equidade social, dando uma oportunidade aos alunos mais brilhantes e fomentando o potencial impacto futuro destes bolseiros na sociedade”.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.
2022_12_07_Prisms-HotToast

Prisms: reinvenção do ensino de matemática

A Prisms desenvolveu uma plataforma onde os alunos aprendem matemática de uma forma imersiva, utilizando uns óculos de realidade virtual.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira, 5 de dezembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários