PremiumGustavo Petro: mais uma bandeirinha vermelha no mapa da América Latina

A América Latina é, para muitos observadores, mais um falhanço da política externa de Joe Biden e os números confirmam essa perspetiva numa altura em que novembro está próximo.

A longa lista de políticos que fizeram o tirocínio entre a condição de guerrilheiros (a que os adversários entendiam chamar terroristas) e a qualidade de presidentes ou primeiros-ministros do mesmo país, engrossou com o nome de Gustavo Petro (são sempre Estados da América Latina ou de África), que este domingo acaba de se tornar no mais alto dignatário da Colômbia.

Passaram muitos anos desde que, em 1974, surgiu o Movimento 19 de Abril (o M-19 ou simplesmente o Eme, para os mais próximos), também já passaram muitos anos desde que, em 1990, o Eme desapareceu. Mas não passaram muitos anos – há mesmo quem diga que não passou ainda ano nenhum – desde que a Colômbia se transformou num país com uma democracia madura, com uma sociedade equilibrada e com uma economia florescente.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Portugal-França: a Temporada Cruzada continua a agitar o mês de agosto

Ao oitavo mês, a Temporada Cruzada Portugal-França não dá tréguas a quem procura alimento para os sentidos, com propostas que vão da instalação sonora à subversão do privado. Quem disse que agosto é ‘silly’?

Livro: “Viagens de Mandeville”

A literatura de viagens medieval tinha os seus cânones. Um deles era a descrição de povos grotescos que viveriam do outro lado do mundo. Mandeville, ao narrar as “suas” viagens, não impôs qualquer travão à sua imaginação.

Em modo ‘flâneur’

Para quem ama as cidades, o modo ‘flâneur’ é quando se pode fixar imagens “sem mapa e com uma absurda sensação de descobridor”, como escreveu o arquiteto Siza Vieira.
Comentários