Habitação familiar cresce na Madeira

Entre janeiro e setembro deste ano, 49,5% dos edifícios concluídos foram construções novas destinadas à habitação familiar que subiu 70,4% relativamente ao mesmo período do ano transato, refere a Direção Regional de Estatística da Madeira.

Rafael Marchante/Reuters

Entre janeiro e setembro de 2017 foram concluídos na Madeira 186 edifícios. Destes, 49,5% foram construções novas concluídas e destinadas à habitação familiar, o que representa, segundo os dados da Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM), um aumento de 70,4% relativamente ao mesmo período do ano passado.

No espaço de tempo em referência, foram licenciados 192 edifícios, traduzindo-se num aumento de 3,2% face ao mesmo período de 2016. Os edifícios concluídos ascenderam aos 186, o equivalente a um crescimento de 43,1%.

Das obras de edificação e demolição licenciadas, 59,9% correspondiam a construções novas, das quais 86,1% tinham como destino a habitação familiar. Estas obras originaram o licenciamento de 214 fogos em construções novas para a habitação familiar, mais 45,6% que no período homólogo de 2016.

Neste período em análise, 49,5% dos edifícios concluídos diziam respeito a construções novas para habitação familiar que subiram 70,4% relativamente ao mesmo período do ano transato. Quanto aos fogos concluídos, os resultados indicam um acréscimo de 41,4%, quando comparados com os nove primeiros meses de 2016.

Recomendadas

Madeira: Novos contratos de arrendamento diminuíram enquanto valor por metro quadrado cresceu

Entre as 25 regiões NUTS III, a RAM posicionou-se como a quarta região com o valor mediano das rendas mais elevado, atrás da Área Metropolitana de Lisboa, do Algarve e da Área Metropolitana do Porto.

Madeira: Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento disponibiliza máquina ATM Express na Praça CR7

As caixas ATM são especialmente direcionadas para os turistas, sector que têm vindo a atingir valores históricos na Região.

Madeira supera 1,1 milhões de dormidas no alojamento turístico em agosto

As estimativas para as dormidas de agosto de 2022 superam em 67 mil o valor do mês anterior, passando assim a constituir o registo mensal mais alto de sempre observado no alojamento turístico da Região.
Comentários